• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

Aborto

O Aborto é um assunto sempre polêmico.Legalizar?Ou não?A favor?Contra?
As estatísticas de aborto feitos no país clandestinamente são alarmantes.
As dificuldades financeiras e materiais levam as mulheres a fazerem o aborto.Mas se elas não possuem condições de criar, por que não se cuidam e previnem?
A falta de esclarecimento de métodos para evitar a gravidez é muito grande, apesar da fonte informação enorme nos dias atuais como a internet, televisão, rádio e revistas, muitas mulheres desconhecem as formas preventivas.
Quanto menor a escolaridade da mulher, maior é o número de aborto feitos.
Não esquecendo que cabe ao homem a responsabilidade de ser prevenir também.
A prevenção tem que ser de ambos.
O ideal seria que tivesse uma campanha de métodos para evitar a gravidez, mas o governo só se lembra de fazer campanha de preservativo para prevenir doenças e evitar a gravidez na época do carnaval, passou o carnaval, acabou. Como se o carnaval só fosse para isso.
A educação pode ser uma forma de esclarecer e alertar as mulheres para não chegarem a cometer o aborto.
Através de campanhas esclarecedoras, educativas e preventivas orienta-se as mulheres a evitar uma gravidez.
Eu sou a favor da vida.Ter um filho é uma grande responsabilidade.
Se a pessoa não tem condições de criar uma criança se previna, assim evita-se que muitas crianças sejam abandonadas em orfanatos ou vivam nas ruas a pedir esmolas.
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

14 comentários:

  1. Nossa, já escrevi sobre o tema, pro Bloínquês até. Um assunto polêmico, mas o qual gosto de falar. Sou contra o aborto também, mas discordo quando você diz que quanto menor a escolaridade da mulher maior o número de abortos. Na verdade é justamente quando a mulher tem pouco estudo é que há uma grande taxa de natalidade. Bem, não gosto de fazer propagandas por comentários, mas se quiser dá uma olhada no meu texto sobre o tema: http://camilamilano.blogspot.com/2010/07/voce-faz-as-suas-escolhas-e-as-suas.html

    beijos e sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Penso que o aborto, mesmo sendo polémico é um assunto muito importante...
    Sou TOTALMENTE contra. Não acho certo matar uma vida, apenas por conveniência dos progenitores.

    Aqui em Portugal é "legal" e é feito mesmo nos postos de saude, para mim um verdadeiro absurdo!

    Beijinhos e otimo post, como sempre :D

    ---
    www.jehjeh.com

    ResponderExcluir
  3. Realmente, aborto é um assunto bastante polemico.

    Eu particularmente nao concordo nao... mas não condeno quem faça( dependendo das circunstancias é claro.)

    Aportar por Abortar é crime!!

    http://italoopensador.blogspot.com/

    xD

    ResponderExcluir
  4. Eu sou a favor se no caso a grávida for muito nova e se a gravidez oferecer risco pra mãe! Acho que esse é o pensamento de muito, porque é o certo. "/

    ResponderExcluir
  5. Concordo plenamente.
    A prevenção tem de ser de ambos, e quem não quer filhos se previne.

    Acho que aborto é apenas para casos extremos, como o de anencéfalos.

    ResponderExcluir
  6. Camila, segundo as estastísticas é justamente as mulheres com menor indice de escolaridade e instrução que fazem o aborto.
    As mulheres com maior índice de escolaridade e instrução são bem informadas e se previnem contra a gravidez.

    ResponderExcluir
  7. Muito legal vc postar sobre esse assunto, e com certeza concordo com vc sobre nos cudarmos para evitar deixar crianças em orfanatos ou jogadas na rua e até mesmo tirar uma vida. bjs

    http://coposcheiosdevodkaerocknroll.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Assunto super polemico, porém que for tratado de um jeito mt sutil pelo blog. ADOREI.

    http://essenciademorango.com

    ResponderExcluir
  9. O aborto é sempre uma questão delicada, acredito que o suporte a as classes menos favorecida através de educação e saúde de qualidade poderia diminuir inclusive os indices de mortes. é delicado e como dizia Reagan "Só é a favor do aborto quem já nasceu"

    ResponderExcluir
  10. fico feliz por saber que gostou!!!
    logo mais terá mais novidades,já estou sendo sua seguidora, se quiser fique a vontade, pois gosto de ter seguidores como você, que lêem... até em breve! beijos!

    ResponderExcluir
  11. O tema é mt complexo. Existem vários complicadores. Mas tbm sou a favor da vida. E falando de mulheres que transam livremente e abortam pra vitar responsabilidades, estas sim deveriam ser punidas por sua insanidade. Mas, nao cabe a mim julgar, sou flaho tbm. Acredito na justiça universal. Nada fica impune, e tal ato deve ser discutido e rejeitado com razão. Aborto nao!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  12. Olá, Millena!
    Vim retribuir a sua visita em meu blog e gostaria de parabeniza-la pela pauta coloca aqui em questão. Também sou totalmente contra este ato que é de pura crueladade e na maioria daz vezes só acontece por falta de responsabilidade da mãe ou dos pais. Porém, fazendo uma correção, se vc me permite, é claro, os casos mais comuns são em mulheres de baixa condição de vida e que não têm acesso à escolaridade. É meio preocupante isto porque hoje em dia, mesmo com a crise na saúde, não podemos negar que em cada esquina existe um PSF que faz entregas diárias de preservativos e anticoncepcionais com o objetivo de instruir para que não ocorra uma gravidez indesejada.

    Um grande beijo pra vc. Vou seguir o seu blog e sempre vir por aqui, tá bem?
    Me segue tb e me presenteia com os teus comentários sempre que possível =)

    www.nicellealmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Uma ves eu ouvi uma historinha que falava que:"uma mulher foi procurar um médico para fazer aborto e contou para ele que tinha um filho de 1 ano e descobriu que estava grávida de novo e gostaria de tirá-lo.O médico respondeu que poderia matar o filho que ela já tinha e ela manteria a gestação até o final.Ela ficou enfurecida,dizendo que era um absurdo ele querer matar a criança que ela tinha.E ele respondeu,que diferença faz.Vc tb está querendo matar seu filho
    Eu sou contra.Tratem de se cuidar e se proteger.Essas pessoas com meos escolaridade só querem saber se farra(a maior parte delas) e não estão nem ai com as consequências.Vivem em uma miséria de dar pena e ainda assim querem colocar filho no mundo.P que???p compartilahr a miséria em que eles vivem??Sou mt contra
    bjss

    http://www.zeroporcentoangels.blogspot.com/

    ResponderExcluir



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet