• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

Por que só quando acontece o pior é que os pais resolvem tomar uma atitude?

A história é sempre a mesma, adolescentes se envolvem com pessoas mais velhas e os relacionamentos são agressivos, conturbados e violentos, acontece uma tragédia e somente diante da morte é que os pais tomam uma atitude e expõe a situação.

Por que só quando acontece o pior é que os pais resolvem tomar uma atitude?

Na maioria dos casos, os pais sabem que os relacionamentos são complicados e se omitem diante da violência.

A justificativa é que eles preferem dar uma criação aos seus filhos com liberdade para que não fiquem revoltados, já que muitos tiveram uma educação severa, com horário para chegar em casa e cheia de limites.

Uma justificativa nada convincente, pois eles foram criados com limites e não se revoltaram contra a sociedade, a família e o mundo.

Muitas pessoas deve estar pensando ao ler este texto que preconceito da autora do blog, pois diferença de idade entre casais não tem nada de mais.

Mas, não é um preconceito e sim uma constatação, a grande maioria das adolescentes que se envolvem com homens mais velhos sofrem algum tipo de violência, salvo exceções.

São adolescentes como Elóah e tantas outras que foram mortas pelos seus noivos, namorados e maridos por motivos banais.

Os pais deveriam pensar melhor na maneira como estão educando seus filhos sem limites, sem dizer não ou sem uma definição do que é certo e errado.

As atitudes deve ser tomadas antes que o final trágico aconteça e não depois que se perdeu uma vida.

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

13 comentários:

  1. Muitas vezes Milena, os pais enxergam mas não querem ver. Evitam tomar qualquer atitude para passarem por pais chatos, uma vez que estão cada vez mais ausentes.
    Boa tarde.
    Xeros

    ResponderExcluir
  2. Lembrei do caso da menina que se jogou e tá o maior fuá.

    ResponderExcluir
  3. O que acontece é que muitas adolecentes estao carentes de afetos,pois os rapases de suas idades são infantis ou nao querem nada certo com elas, e quando aparece um homem em suas vidas cheio de promeças elas se apaixonam, mas logo descobrem que na verdade nao era paixão e sim uma enorme carencia que nao precisa mais ser completada.
    Claro, como vc disse há exeções.

    ResponderExcluir
  4. assim mesmo! esperam a merda acontecer pra tentar resolver, mas dar descarga não é a solução ée
    acha que seu filho é perfeito e nunca vai acontecer nada, é preciso acontecer algo extremamente grandioso pra mudar esa opinião

    ResponderExcluir
  5. Adoreei o Blog *-*

    Seguindoo! Retribui! Teenho certeza de qe vaai adoraar!!!

    http://echidellanima.blogspot.com/
    Beeijos *-*

    ResponderExcluir
  6. Os pais deveriam sim ter uma conversa com as filhas (principalmente, né) sobre ter um relacionamento com alguém mais velho, claro que esse "mais velho" não é uma diferença de 2 ou 3 anos, mais de 5 pra cima, o que está acontecendo bastante por aí (meninas de 15 com homens de 20).
    A própria TV, que é um poço de porcaria, mostra esses casos horríveis de meninas de 17 com homens acima dos 30, onde os pais tem a plena consciência do que está acontecendo.
    Eu acho que eles preferem permitir, do que deixar a filha namorar com esses homens escondido, o que também não deixa menos pior.
    Claro que há exceções, mas sabemos que os homens muito mais velhos, na maioria das vezes não está com a jovem apenas porque "a ama", convenhamos.
    E o que o Filipe Dias disse está certo, esses homens vem com promessas e acaba enganando a menina.

    ResponderExcluir
  7. Há muito para ser revisto por pais e educadores.
    Vivemos num mundo onde o que de fato tem peso e valor é banalizado. O resultado disso são esses relacionamentos conturbados, gerando problemas ainda maiores. Triste realidade!

    ResponderExcluir
  8. pois é ! rs

    estou seguindo seu blog , segue o meu ? http://wanessacarvalhoem.blogspot.com/

    beijio e boa semana ! ♥

    ResponderExcluir
  9. OS PAIS DE HOJE EM DIA SÃO TÃO RETARDADOS QUANTO OS FILHOS. PARA FUJIR DA OBRIGAÇÃO, DE CRIAR DAS CRIANÇAS, INVENTAM QUE ELAS SÃO HIPERATIVAS E ENTOPEM AS COITADINHAS DE REMÉDIOS. DEPOIS DEIXAM ELAS REALIZAREM SEUS FETICHES ADOLESCENTES NAMORANDO COM PESSOAS BEM MAIS VELHAS QUE ELAS. QUANDO A MERDA TÁ FEITA, FALAM QUE SEMPRE ACONSELHOU. AAAAAAAAH VAI...

    MUITO BOA A SUA POSTAGEM. GOSTEI.


    http://thebigdogtales.blogspot.com/2011/08/anotacoes-de-uma-shinigami.html

    ResponderExcluir
  10. Ameii o seu blog, seguindo, segui de volta.
    bjss

    http://asgarotasdonl.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. ♫ Angélica ♥ Kawai ♪8 de agosto de 2011 23:59

    Eu concordo com Lillo. Esta nova geração de pais é uma geração de retardados. E não pressisa entupir de rêmediso como foi dito(maas eles adoram) Basta "acreditar" que seus filhos já sabem tudo, enfiar a coitada com meio mês de vida numa creche e esquecer que tem um filho, pois os "pais " de hoje em dia não tem "condição pa cria", "eu trabaio e o pai trabaia, cumé que voi cria??".. eu pergunto, POR QUE TEM FILHOS PRA COMEÇAR??? OXI diacho de desculpa que hoje não tem mais fundamento!!Não tem condição? NÃO FAÇA FILHOS! Usa a maldita camisinha ou COSTURA essa piriquita de fogo!! E o pior é tem muita vagabunda que só faz filho por causa da bendita bolsa esmola familia! Ai é aquela carreta de criança com barriga de bicheira, descalça e dormindo no chão, mandado carta pro caldeirão do Hulk, e o governo é quem tem que criar.
    Ou então fazem filhos de "enfeite".. caso trm que ter filho... senão a sociedade pode falar.. Cria, cuidar, CONVERSAR e educar um filho? É coisa do passado.. Hoje, eles aprendem tudo na internet.. iclusive MORAL... vai nessa...
    Nota pessoa: adoro esse blog. beijos! E desculpa os exageros...

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?! Lembra-se que você indicou o Jardim das Hespérides para um selinho em 2010? Então, agora estamos renovando/atualizando o Jardim das Hespérides e o a página para os selos está na barra lateral, citamos seu link lá!

    Esperamos sua visita!
    Abraços,
    http://jardim-das-hesperides.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Concordo com o Lilo. Fico pensando, que na minha "época",não existia esse negócio que o filho é hiperativo, tem déficit de atenção e outras coisas, quando era criança nada que umas boas chineladas não resolviam, claro, não se espancava a criança, mas era rapidinho e tudo estava resolvido e o respeito pelos pais e professores era muito grande, meu pai falava uma vez só e eu ficava bem quietinha. Essa lei que diz que não pode bater na crianças ( só umas chineladas) é que vem estragando tudo, pois o pai fala que vai bater no filho e o filho mesmo diz que vai denunciar, isso é ridículo.Por este motivo que existe muitos marginais e aprendizes de marginais nas ruas.

    ResponderExcluir



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet