• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

O Tal do Frederico

Todo mundo já deve ter sentido na pele como um cobrador (a) de financeira, age muitas vezes de forma inconveniente e sem um mínimo de bom senso.
Eu já passei por essa situação nas últimas semanas, um cobrador de uma financeira me ligava a qualquer hora do dia.
Ele começava as 7 horas da manhã e só terminava no fim do expediente.
Meu celular toca:
-Olho no visor e logo, penso:Que número estranho?
Mas, logo atendo o celular e o cobrador pergunta:
-É do celular do Frederico?
-Não.
-Ele está devendo duas prestações do carro e vamos mandar dar busca apreensão pela dívida.
O atendente desliga o telefone, sem entender que não é do celular do tal do Frederico e que eu não tenho nada a ver com a dívida dele.
O cobrador da financeira repetiu a ligação o dia inteiro e eu já estava irritada.
No outro dia, ele liga, novamente e quando começa a falar, eu logo lhe pergunto:
-Qual é o nome completo do tal Frederido?
-Só um momento, ele diz.
-É Frederido de Fulano de Sicrano.
Eu falo ao cobrador da financeira:
-Só um instante.
Procurei o nome do tal Frederido na lista telefônica e achei o número do telefone dele.
Voltei ao telefone com o cobrador:
-O telefone do Frederico é...
-O meu nome é Millena e eu não tenho nada a ver com a dívida dele, pois, nem o conheço.
-O que você está fazendo comigo é constrangimento ilegal, me ligando em horas inoportunas, não sabendo o que eu estou fazendo e nem onde estou para cobrar uma dívida que não é minha.
O cobrador diz:
-Consta este número de celular como sendo Frederico.
Logo, digo:
-Mas não é o número dele, pois possuo este celular a anos.O número que eu te dei é da casa dele.De duas uma: vocês devem ter anotado o número dele errado ou ele mesmo deu o número incorreto propositalmente.
Depois, de ter dado o número do tal Frederido, o cobrador parou de me ligar.
Não acho errado, eles cobrarem dívidas dos devedores, mas acho que a maneira como fazem é incorreta.
Muitos ligam em empregos, vizinhos e residências dos devedores insistentemente sem um pouco de bom senso e de forma grosseira, se esquecendo que todos tem dívidas e que muitas vezes por motivo alheio a própria vontade não puderam efetuar o pagamento.
O cobrador (a) tem que prestar mais atenção, se o número é realmente do devedor ou de outra pessoa.
Eu sei que eles recebem ordens das financeiras de como proceder com um cliente devedor, mas, utilizar a inteligência e o bom senso não custa nada.

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

10 comentários:

  1. Oo cara sem noção Oo
    pelo menos parou de ligar

    ResponderExcluir
  2. AMEIIIIIII!!!

    Muito lindo seu blog, adorei.

    Parabéns^^

    to te seguindo

    http://clarissaeletras.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Como todas as ligações são gravadas, é um direito seu processar esta empresa. Num país como o nosso isso poderá ser muito demorado...
    :)
    Por outro lado, as pessoas que trabalham com teleatendimento estão se tornando pessoas doentes, com péssima qualidade de vida e de trabalho. Elas vivem de comissão: quanto mais dívidas elas conseguirem negociar, melhor será seu salário (tenho uma vizinha que é cobradora em teleatendimento).

    ResponderExcluir
  4. Que cara chato. Nunca aconteceu comigo e espero que não aconteça porque a minha falta de paciência pra essas coisas é enorme.

    http://thebookofmydreams.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Realmente isso enche o saco principalmente quando são pessoas ligando pra perguntar se você deseja trocar de banco. Você diz que não, e de novo retornam a ligar. Já aconteceu alguns meses atrás, hoje em dia não aconteceu mais.

    http://dozeedoze.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. rsrs...niguem merece esse cara...amei o blog

    http://dicasemulher.blogspot.com/

    http://dicasemulher.tanlup.com/

    ResponderExcluir
  7. Fred fazendo dívidas na praça hahahahaha!
    Conheço pessoas que já trabalharam com cobranças e realmente a orientação é ser chato incomodar para a pessoa tentar resolver ao máximo.

    Ninguém gosta de dever mas tem gente que se acostuma.

    ResponderExcluir
  8. Adoreei seu blog, parabens... Gostaria de saber se vc aceita parceria , pois nosso blog é novo e vc ja deu uma passada lá e acho que gostou , pois deixou comentario e ficamos muuito felizes. Espero que aceite.bjs lari :)

    ResponderExcluir
  9. Oi, Milena. Boa tarde. Inicialmente, gostaria de falar que amei o template do seu blog. Muito bonito e agrada ao leitor. Pelo menos, a mim, agradou e muito.

    Também muito me agrado o conteúdo do seu site. Mas, vou pedir licença para contrariá-la um pouquinho nesse texto. Você tem razão em se sentir incomodada com as ligações insistentes do funcionário da financeira. Mas a gente tem que lembrar, também, que pessoas má intencionadas tem o costume de contrair dívidas e, no momento da celebração do contrato, fornecer o número errado já com o intuito deliberado de não pagar o débito.

    Você deve, talvez, estar pensando: por que, no momento da compra, o vendedor não conferiu se o número do contraente era aquele mesmo? Ora, penso porque, talvez, isso também possa representar para quem está comprando um constrangimento ilegal, face a presunção de boa- fé que deve permear os contratos e da presunção legal de inocência.

    Também existe a possibilidade de alguém dá o número certo e quando percebe que se trata de uma ligação de cobrança, esquivar-se e colocar outra pessoa para atender. Daí ele ligar várias vezes até mesmo com o propósito de se certificar de que aquele número é, realmente, de outra pessoa que não o de quem ele pretende efetuar a cobrança.

    É chato esse tipo de coisa, claro que é e não tiro sua razão em ficar chateada. Enche o saco mesmo. Mas olhando por outro lado...

    Abraços!

    ResponderExcluir



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet