• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

Relacionamento Casual x Relacionamento Sério

Por que as pessoas estão cada vez mais tendo relacionamentos casuais e menos relacionamentos sérios?
O mundo vem se modificando e as relações pessoais também.
As mudanças foram para melhor ou pior?
As mulheres lutaram tanto por igualdade e agora que conseguiram, cada vez mais estamos vendo as atitudes femininas serem atitudes masculinas.
Estamos perdendo a feminilidade.
Quando uma mulher tem uma relacionamento casual e é bem resolvida, sabe que deste não pode esperar muito, ela assume a responsabilidade dos seus atos.
O problema é que muitas se iludem esperando desta relação casual, coisas que jamais irão ocorrer.
As pessoas procuram mais os relacionamentos casuais, por não quererem compromisso algum e não encontrarem alguém que idealizaram para terem uma relação séria.
É um relacionamento cheios de riscos.
Os dois podem se apaixonar numa relação casual?
Até podem, mas são raríssimos os casos que acontecem.
O relacionamento sério, apesar de ter ficado cada vez mais em extinção, ainda é o melhor.
Como as pessoas tem ficado cada vez mais exigentes, a tendência é a dificuldade em encontrar alguém para ter uma relação mais séria e família.

Leia também:
Você quer ser boazinha, o bonzinho ou quer ser feliz?clique aqui 
O que leva muitos relacionamentos ao fracasso?clique aqui
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

8 comentários:

  1. As vezes, a preferência pelo casual é não querer se machucar, mas muita gente não sabe como conviver com relacionamentos casuais e acabam sofrendo mesmo assim ou até mais.
    é muitas mulheres tem atitudes que antes eram dos homens, mas o que eu digo é que com isso tudo, não da para definir nada pelo sexo e sim por personalidades..

    http://ummundoquaseparticular.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Não concordo muito com as coisas escritas. E não porque esteja justamente vivendo um relacionamento casual. Me separei formalmente há 1 mês, um pouco antes disso acontecer, conheci uma pessoa que me despertou sentimentos muito bons, ele não se importava em eu ser casada. Se importava com os nossos momentos e porque não dizer, com os nossos sentimentos. Me separei, porque há muito meu casamento já estava abalado, e arrisco dizer, terminado. E tenho saido constantemente com esse cara que eu conheci. Ele me faz bem, mas não quero estabelecer nenhum compromisso sério agora, acabei de me separar, estou sofrendo com o fracasso da minha relação, mas gosto dele, gosto de estar com ele, conhecendo o que há de mais profundo. Assim como ele, que está tendo que se dedicar muito à sua profissão, o foco dele não é estar com alguém e assumir os compromissos todos que uma relação exige. Qual o problema disso? Não temos uma relação formal, mas temos os nossos compromissos de lealdade e de estarmos juntos enquanto isso fizer sentido para ambos. Não entendo o que há de errado nisso. Enquanto ainda precisarmos classificar as nossas relações seremos ainda considerados submissos, é muito mais difícil mesmo estabalecer uma relação sem nome, onde a lealdade vale mais do que a fidelidade, mas isso é amadurecimento, é confiar em si e no que você é capaz de de causar na outra pessoa. Isso é acreditar no amor, em sua forma mais pura.

    ResponderExcluir
  3. Na vida nós fazemos escolhas e você fez a sua.
    As pessoas tem relações casuais até o dia em que se apaixonam verdadeiramente e tornam a relação séria,
    Tem muitos casos de pessoas que viveram este tipo de relação casual aqui no site e foram abandonadas porque a outra pessoa simplesmente descobriu que amava outra e tornou a relação séria.
    Relações casuais não dão certo e não se tem notícia de nenhuma que durou muito.
    Ter caso não é amar, pois amor é um sentimento que vai além do corporal.
    O caso é o tipo de relacionamento físico e temporário que é para satisfação de si e da outra pessoa.
    Você começou uma relação estando casada e se esqueceu de todo aquele juramento que fez diante da igreja de fidelidade.
    Para ser leal com as pessoas é necessário ser fiel aos seus sentimentos e você não foi com seu marido e porque seria agora?
    Você começou um relacionamento errado com mentira e infidelidade , óbvio que irá acabar mal.

    ResponderExcluir
  4. Acredito que a realidade só existe no plural, assim como a verdade, que nada mais é, que vários anglos de visão sobre um mesmo objeto, logo um relacionamento casual pode ser vantajoso para uns e perda de tempo para outros, EU particularmente, prefiro ter paciência e investir num relacionamento sério e duradouro, pois p/ MIM é muito mais vantajoso ter alguém que se importa e tem carinho por vc e deseja lutar por um futuro onde cada um possa realizar seus sonhos, do que simplesmente alguém, que só quer te usar p/ curtir um tempinho.
    Uma frase da nossa cara anfitriã que me chamou MUITO atenção e gostei muito, foi quando ela disse, “que parece que as mulheres estão perdendo sua feminilidade", sinceramente acho muito mais atraente e moderna a mulher que é independente, tem suas opiniões, não se curvar a qualquer coisa só pq o namorado pediu, mas é carinhosa, meiga, atenciosa, em fim alguém que não tem medo de admitir o que sente e o que realmente é. Muitas mulheres acabem se escondendo atrás de relacionamentos casuais p/ fingir modernidade , pelas amigas, ou disfarçar algum sentimento que o mantem a sete chaves, as vezes a própria anônima ai de cima, só começou a curtir o lance de um relacionamento casual pq esta se doendo, pois como ela mesma disse “estou sofrendo com o fracasso da minha relação”.
    Sinceramente não acho que a vida deva ser vivida de qualquer forma, tanto para homens como para mulheres, TUDO é permitido, mas nem tudo é bom. Acredito que antes de se tomar qualquer decisão que seja, primeiro, você deve saber exatamente quem você é e o que você deseja alcançar e o que você deseja representar, por que simplesmente as possibilidades de simplesmente viver são INFINITAS.

    ResponderExcluir
  5. Ta bom... me senti no direito e dever de ter uma resposta. Primeiro preciso concordar com vocês: Sim, fui infiel sim, não aos meus sentimentos, e nem ao meu marido, mas ao que a sociedade esperava de mim, enquanto mulher casada. O meu marido estava ausente, não me respeitava enquanto mulher, não me satisfazia e parecia não se importar com isso, será que isso também não é ser infiel, no sentido mais amplo da palavra, ao que ele jurou na Igreja? Não estou querendo me justificar, até porque isso já esta muito bem resolvido pra mim, não queria que as coisas tivessem esse tom, só queria que as pessoas que tivessem acesso à essas palavras pudessem se libertar, principalmente desse termo, traição. Por isso falo mais de lealdade. E, sim, estou sofrendo e doida sim pelo término do meu casamento. Mas isso de longe teve ligação com o meu caso com esse cara. Não acho que as pessoas devam ficar por ai tendo relações casuais simplesmente para mostrarem para a sociedade que são pessoas modernas, eu mesma não sou adepta dessa tipo de relação, mas agora,nesse momento da minha vida é o que mais se encaixa pra mim, só expus o meu ponto de vista e principalmente por que eu estou em um status "em formação", não aguentaria isso por muito tempo. Não me casei pra me separar, mas suportar um casamento ruim, com um homem que não me preencheu e não mereceu o meu amor não me faz uma pessoa sacana. Muito pelo contrário, penso eu. Talvez seja essa mistura de coisas mesmo que me faça acreditar que no momento seja melhor assim e ainda arrisco dizer que talvez esse envolvimento parcial seja pra me proteger mesmo. Mas o que fazer quando você encontra alguém que te encanta e que te faz bem em um momento errado? Simplesmente finge que não é com você? Prefiro viver gente, me desculpem, prefiro viver, nem que seja em moldes que não são os meus, mesmo que seja com cronogramas estranhos e não marcados, mesmo que me faça sofrer depois. Afinal não é isso que toda a relação, cedo ou tarde traz, o sofrimento? Juliana Mattos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não respondi ao seu comentário p/ julga-la, leia novamente o que escrevi e vai perceber que eu não disse que não achava correto o seu relacionamento, nem que isso a faria uma pessoa sem valores. A partir do momento que comecei a discordar de um relacionamento casual, sempre referi em 1ª pessoa, EU (e em maiúsculo heím...). Logo no 1º paragrafo mencionei que a realidade é um plural, e o que há, são verdadeS. Quero dizer, que cada um tem sua forma de pensar e o seu julgo do que é certo e errado p/ si.
      Você esta CERTISSIMA, em sair de uma relação que não satisfazia e que não somava, mas CONCORDO com nossa querida anfitriã, em que seria melhor ter se separar e não traído, pois nada justifica uma traição, é uma corrupção particular dos seus próprios valores.
      Fiquei intrigado com algumas partes do seu discurso, hora por não entender sua opinião, hora por haver uma confusão de concordância. Responda-me se possível.
      1. ” (...)se libertar, principalmente desse termo, traição. Por isso falo mais de lealdade(...)” , O que você quis dizer com, se libertar do termo traição? Se você fala em lealdade, não estaria cometendo equivoco com essa frase ?
      2. Alguém que te faz bem em um momento errado? Ao meu ver, não existem momentos errados, somos livres pra tomar nossas escolhas e aceitar as consequências...
      3. (...) “prefiro viver, nem que seja em moldes que não são os meus(...)”, será que é viver quando se está contra sua própria essência?
      NÃO estou te julgando, sua jornada é apenas sua, tome muito cuidado pra não se lascar ainda mais, pois como você mesma disse “(...)eu mesma não sou adepta dessa tipo de relação, mas agora, nesse momento da minha vida é o que mais se encaixa pra mim(...)”, tenha paciência, as coisas dão certo quando nos empenhamos e permitimos que elas dão.
      Mais uma coisa, posso ser novo ainda, e já ouvi muito se dizer que amar traz dor, sou absolutamente contra esse tipo de estereótipo, por que isso só acontece quando vc coloca seu coração acima da sua razão, e escolhe sob um ponto de vista cego.
      MUITO BOA SORTE JU, FORTE ABRAÇO...

      Excluir
    2. Olá Juliana!! esse assunto é antigo e não sei se verá meu comentário. Acho super válido relacionamento casual é não é porque vc teve ou tem um caso que é obrigada a namorar, casar e ter filhos. Bobo pra mim é a pessoa que segue tradições e regras criadas pela sociedade e se esquece da própria felicidade. Qto ao seu casamento eu não vejo você como traidora porque isso é moralismo! Se não estava dando certo vc tinha que fazer o que fosse te deixar feliz, afinal pelo que vc disse o casamento já estava acabado tanto q vcs se separam em seguida. É mto fácil pras pessoas nos julgarem mas difícil é estar na nossa pele e viver nossos dramas. Abracos e seja feliz. Eliane

      Excluir
  6. Eu acho que se o seu casamento não estava bom, você teria que ter tido atitude de mulher com M maiúsculo se separado e não procurado alguém que te satisfizesse.
    Senão está bom que terminasse.
    Você faz coisa errada e ainda se acha no direito de argumentar achando que está certa?
    Lealdade e fidelidade aos sentimentos são coisas de pessoas que tem caráter.
    O que você não quer para você não quer para o outro.
    Vai vivendo...porque a vida dá muitas voltas e te dará de troco as coisas erradas que você faz e da pior forma possível.
    Quando se encontra alguém na vida que te encanta estando comprometida, termine o compromisso para só depois viver com a outra pessoa.
    Sofrimento as pessoas buscam e você terá o seu...

    ResponderExcluir



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet