• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

Posso considerar essa agressão como fato isolado e perdoar?


Leitora:Oi, Milena! Tudo bem? Preciso muito de uma ajuda!
Eu e meu namorado estamos juntos há 1 ano e 3 meses, brigamos às vezes, mas nada comparado com uma última briga que tivemos há 2 dias. Estou num período de tristeza, sobreposta a depressão crônica, devido a problemas no trabalho e na família e, como moramos juntos, acabei acordando-o no meio da madrugada, após chorar sozinha durante a noite, para pedir atenção, apoio, carinho. Depois de discutirmos verbalmente, eu acabei me exaltando e o arranhei. Nisso ele me bateu e empurrou forte para o chão. Reconheço que fui imatura no momento e impulsiva, e insegura no relacionamento, mas fiquei abalada porque nunca sofri agressão física nem de meus pais. Amo muito ele e sempre fizemos planos juntos, quanto a futuro, casamento e filhos de forma aberta. Gostaria que isso nunca tivesse acontecido, porque ainda parece que as coisas nunca vão voltar ao normal, mas queria que sim e tenho tendência a perdoá-lo, já que ele se disse bem arrependido, e seguirmos adiante arrumando as soluções. Acham que estou certa em fazer isso? Posso considerar essa agressão como fato isolado e perdoar? Perdoando, devo esquecer?
Muito obrigada pela atenção e pelo blog!
Primeiramente se você está mesmo com depressão crônica, te conselho a buscar um tratamento, não sei se já o faz.
É difícil a sua situação, pois assim como ele te agrediu, você também o fez, seja por qual motivo nenhum é convincente para justificar que nenhum dos dois cheguem a bater um no outro.
Se você está com problemas no trabalho e na família, o melhor que tem a fazer é tentar resolvê-los e não ficar descontando no seu namorado a sua tristeza e suposta depressão.
Acordá-lo de madrugada o fez se irritar e acabar perdendo a cabeça e te agredir, pois ele tinha que trabalhar no outro dia.
O relacionamento de vocês dois não voltará a ser como antes, pois a agressão aconteceu e não tem como apagá-la, pode se tentar esquecer, mais é difícil e impossível.
Para quem bate parece bobagem, mas para quem apanha não tem como esquecer.
Parece que te incomoda mais o fato de ter apanhado do que ter batido.
A realidade é que a atitude dos dois está errada, pois foram imaturos e impulsivos.
Não tem como eu te dizer se foi ou não um fato isolado, pode ser que não aconteça mais, mas também pode ocorrer que vire uma situação frequente no relacionamento de vocês dois, ainda mais se você não tratar a sua depressão e misturar os problemas familiares e de trabalho com a vida amorosa.
Eu te aconselho a deixar os problemas de trabalho e familiares da porta da sua casa para fora.
Não os traga para sua casa e consequentemente seu relacionamento.
Você conheceu um outro lado do seu namorado que reage agressivamente diante de uma situação.
Se for perdoar, esqueça e não fique remoendo e nem jogue na cara dele o que aconteceu.
Eu tenho que ser sincera contigo, se fosse comigo, terminaria, pois homem nenhum nunca me agrediu por qual motivo que seja.
Meus pais e irmãos nunca levantaram a mão e nem a voz para mim, então não dou o direito de que nenhum homem o faça.
Mas, cada caso é um caso. 
A escolha é sua.
Te Cuida!Espero ter te ajudado!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

0 comentários:

Postar um comentário



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet