• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

O meu problema é a minha relação com a minha irmã. Nós não nos suportamos.


Leitora:olá,
Estou precisando desabafar, já escrevi antes, o meu problema agora é a minha relação com a minha irmã. Nós não nos suportamos. Passamos todo o colegial até o terceiro ano estudando juntas na mesma escola e na mesma sala, acho que foi isso que estragou nossa amizade. Eu sempre tentava falar alguma coisa, cometer meus erros, mas era sempre reprimida por ela, isso me fez bastante mal. Como somos de cidade do interior a faculdade ficava na capital, eu fiz uma faculdade local para não deixar mãe sozinha, já que ela pretendia ir para a capital, nesse momento até conseguiamos conviver mais ou menos, contudo ela desistiu da faculdade por motivos pessoais.Nesse meio tempo ela namorava um mau-carater que me iludiu e eu beijei (mas juro que foi apenas um beijo contra minha vontade) e nisso contou coisas que minha irmã fez e eu não esperava afinal ela era o modelo para mim.Ele contou a ela o ocorrido, o que acabou com o namoro deles, eu tentei perdi desculpas.Sofri um bocado por causa disso, mas sempre aguentei firme.Meu tio resolveu dar um golpe financeiro na minhã mãe e antes de ir embora do estado disse um bocado de coisa de mim, de repente todos da família de minha mãe não gostavam de mim e diziam várias coisas, isso eu não me importava muito, afinal tinha aguentado coisas piores.Nisso minha irmã veio para casa e ficamos naquela agressão verbal, é mais por parte dela que vive a mim xingar de várias coisas e me trata pior que um cachorro, não sabe pedir com licença e desculpa, por isso cresci de certa forma insegura, sempre querendo agradar, mas com o amadurecimento vi que não era desse jeito que tinha que me portar.Apreendi que tinha que me defender e passei a ignorá-la, contudo hoje em dia não consigo, bom depois de um tempo, minha mãe foi fazer uma cirurgia e ficou muito mal, quase morreu hoje em dia, ela precisa muito das duas filhas, então minha situação é essa estou perto de terminar a minha faculdade, cuido da minha mãe e arrumo a casa, mas tenho que ouvir todo dia que sou uma vagabunda, prostituta, vadia e que não valho nada, isso tá me fazendo muito mal, não aguento mais ser insultada, gostaria de sair de casa, mas não posso deixar mãe, sendo que ela não toma nenhuma atitude e nem poderia afinal teria que escolher entre uma filha e outra, o que eu não suporto é o fato de conviver com ela, me faz muito mal, eu sinto cada vez mais ódio, apesar de tentar não ligar. (em relação ao beijo, por muito tempo ela ficou fazendo chantagem comigo e pressão psicológica, um dia ela contou para mãe, mãe foi capaz de me compreender e aceitar, mas ela não. Eu também ameacei contar o que sabia que era pior do que eu tinha feito, no instante ela mudou de posição e ficou na defensiva, odeio ter que recorrer a isso para ter um pouco de paz, é muito triste).
Ps.Recentemente ela ameaçou jogar óleo quente na minha cara e ela nunca se arrependeu disso e apesar de saber que o certo é perdoar, eu não consigo mais.
O maior problema  que vejo no seu caso é que a sua família de um modo geral não sabe o verdadeiro significado da instituição família.
Família é um grupo de pessoas na qual temos laços para toda uma vida.
Quando um necessita sempre tem o apoio de um irmão, tio ou primo.
Afinal de contas família é a base de tudo na vida de ser humano.
É através dela que se tem as primeiras noções dos princípios básicos da vida: respeito, caráter, honestidade, o certo, a bondade, a cumplicidade e tantos outros.
Parece que as pessoas da sua família não sabem bem o que é isso.
Começando pelo seu tio que por ser mau caráter deu um golpe na sua mãe e ainda jogou todos os familiares contra você.
Como eles puderam acreditar cegamente nas palavras de um golpista?
Na sua irmã que além de estar tendo uma atitude vingativa e imatura sempre te reprimiu e tornou a convivência de vocês insuportável.
E eu tenho que ser honesta contigo, pois não passo a mão na cabeça de ninguém e o que eu não quero para mim também não quero para os outros, mas você também teve uma atitude nada familiar pois beijou o namorado da sua irmã.
Se ele dava em cima de você ou se insinuava, o ignorasse e não desse corda para homem que não presta.
Quando um não quer dois não brigam.
Você gostaria que ela ficasse ou beijasse o seu namorado?
Óbvio que não, então não fizesse isso com ela independente de como aconteceu a força ou não.
Como você mesma disse que ele te iludiu, então quer dizer que ele vivia te cantando e  você deveria ter dado o grito e dito a ele "não quero nada com você, pois você é namorado da minha irmã e eu a respeito".
Desta maneira, sua situação seria bem diferente nos dias atuais.
Não, mas você caiu na conversa barata de homem que não presta.
Admiro quem perdoa, mas no lugar da sua irmã, não perdoaria.
Não teria a mesma atitude que ela de ficar insultando e relembrando o passado, eu ignoraria e trataria contigo de assuntos essenciais e nada mais.
Você acreditar na conversa do namorado da sua e nas coisas que ele falava sobre ela também é demais e muita ingenuidade da sua parte.
Quem te garante que era verdade o que falou?
Ele só queria te jogar contra a sua irmã e parece que conseguiu.
A sua mãe te perdoou, porque ela é mãe e não foi com ela que tudo aconteceu.
Talvez se você tivesse beijado o namorado da sua mãe a atitude dela seria diferente.
Você deixou sua irmã tomar muita conta da sua vida, te reprimindo e isso te fez ser uma mulher insegura e com medo das coisas.
Eu te aconselho a tomar uma atitude e chamar a sua irmã para um conversa amigável e dizer a ela que se arrependeu do que fez e hoje consegue enxergar o mal que lhe causou.
Mas, que infelizmente não pode voltar atrás e fazer diferente e sim não ter a mesma atitude que teve no passado.
Que você irá respeitar os namorados dela.
Peça que pelo menos pela sua mãe que tenham uma convivência melhor apesar do passado e que sabe o quanto é difícil para ela esquecê-lo, mas que a vida tem que ser tocada para frente.
E na falta da mãe de vocês, a família se restringirá a ela e você.
Sinceramente, parece que sua irmã precisa de tratamento, pois ficou traumatizada com o ocorrido e por isso tem esse tipo de atitude.
Na hora da raiva, as pessoas falam o que vem na cabeça e por causa da situação sua irmã fala estas besteiras, pois sempre que olha para você lembra do ocorrido.
Coloca um pouco de juízo na sua cabeça e se for para beijar que seja um homem solteiro e de preferência que nem conheça a sua irmã, tem, teve ou tenha algum relacionamento com ela.
Te Cuida!Espero ter te ajudado!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Bom dia Millena.
    O meu problema é a minha relação com a minha irmã. Nós não nos suportamos.Triste ver a desunião entre irmãos.Eu sou muito unida com os meus dois irmãos e não saberia distinguir qual dos dois são mais importante em minha vida, pois amos de forma única os dois.
    Sobre essa relação entre essas duas irmãs acho que seja mais por ego,tipo disputa por atenção.Caramba jogar óleo quente na cara de uma,é uma situação suscetíveis destas duas quais precisam urgentemente de intervenção familiar.. Um ótimo sábado e uma semana recheada de felicidade
    Para mim é importante acompanhar quem sempre me prestigia, por favor deixe recado dizendo ter notícias novas, eu agradeceria de coração.
    Um grande abraço.
    ClaraSol

    ResponderExcluir



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet