• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

Sinto vontade de morrer, porque recomeçar é tão difícil


Leitora:Oi Milena, estou num péssimo dia hoje e nada melhor do que ouvir conselhos construtivos de uma boa pessoa. Bom em 2012, conheci um homem no qual me relacionei durante 1 ano e meses, um relacionamento de altos e baixos, pois ele por ter uma condição financeira alta, ele se sentia no direito de realizar todas suas vontades, por mais absurdas que eram. Ele nunca assumia, mais tinha 3 ou até mais namoradas, e sempre faziam com que eu me sentia única. Amei loucamente, um amor doentio que destruiu minha família, minha vida, meu psicológico! Pois é, meu irmão que tinha a idade dele 30 anos... sabia do histórico do sujeito, e queria que eu o largasse, mais ninguém entendia o quanto eu o amava. Os dois acabaram entrando em discussões por ciúmes, porque meu irmão na tentativa de fazer pirraça a ele, foi mexer com a ex do mesmo, que por vez ficou furioso. Três meses depois meu irmão sofreu uma tentativa de homicídio. Depois veio a noticia de terceiros que seria ele, meu namorado! Meu irmão revoltado mais ainda, só pensava em vingança. Comecei ficar perdida, o ameaçava arduamente meu namorado, e depois me arrependia, eu sabia que era ele, mais meu amor não deixava acreditar. Enfim, com toda essa confusão de um tentando derrubar o outro, fiquei com medo e terminei! Conheci um moço, saímos e eu louca pra esquecer meu ex acabei cedendo, é ... fomos pra cama, eu quis, eu tomei a iniciativa, pois eu estava perdidamente procurando mil maneiras de esquecer aquele maldito, mesmo que pra isso eu teria que sujar minha dignidade, que não vem ao caso, pois quantas mulheres maduras e decididas que também sentem tesão se entregam de primeira? Muitas...
15 dias depois sai de novo com o mesmo moço, e na hora H sentia uma tristeza, uma angustia, uma sensação que jamais esquecerei. Cheguei em casa, algo me diz "você esta gravida" ... pois é, por eu ser espírita pressinto fácil quando algo não tá certo, só não funciona quando estou apaixonada e cega. Fiz o teste de farmácia, e adivinha? Gravíssima. E o desespero? Pois é. Quis morrer! Não aguentei a emoção e fui correndo contar as amigas e amigos e pedir socorro, pensei em aborto, mais não tinha coragem, pois ao mesmo tempo estava feliz com um ser gerando dentro de mim! O inesperado aconteceu, meu irmão ficou sabendo da gravidez antes deu contar, por meio de fofocas de um de meus amigos e falaram a ele que o pai do meu bebe seria o inimigo dele meu ex, nam nam nam. Ao mesmo tempo a mulher dele fugiu com outro homem, meu ex que já o zoava o chamando de corno, se lascou nessa, ele agressivo e violento, não viu outra alternativa a não ser tomar atitude precipitada. Adivinha? Com raiva de tudo, foi lá e tentou matar meu EX namorado com 6 tiros, e nenhum acertou. E eu em casa achando que só eu sabia da gravidez, e todo o caso acontecendo, e o pai do meu filho que era esse moço atual, também ficou perdidinho com a situação e se afastou. Meu irmão fugiu pra outra cidade, porque temia a vingança já que não conseguiu mata - lo. Todos com muito medo, e desesperado. Só ele e a filha dele que a esposa abandonou, mocinha, agora os dois em outra cidade, e ele sofrendo horrores pela traição do casamento de 10 anos com a mulher que ele colocava a mão no fogo,  e muita saudade que ele tinha do filho que ele registrou e ela levou com ele, mais que no fim dessa história toda, não era dele e sim do amante dela, e com medo do pior acontecer. Pois é 5 meses depois, acharam ele no emprego naquela cidade e o executaram com 5 tiros fatal. Escrevendo em lágrimas... hoje se faz 1 ano e 2 meses de luto eterno. Deixo esse meu relato a todas vocês leitoras, cuidado com quem se relacionem! Eu dei minha alma, minha vida e todo meu amor de mão beijada a um homem que matou meu irmão. Eu fui expulsa de casa gravida depois do acontecido, fui agredida por familiares gravida, fui julgada, quase não pude ir ao velório dele se despedir e ainda passei a vergonha de que meu filho que todos inventaram ser do meu ex que por sinal era negro, nasceu loiro pois o pai era o tal moço. Com toda confusão eu tive que fazer o DNA com o tal moço, e hoje com meu filho com 10 meses estou acertando minha vida de novo, ele esta sendo um ótimo pai, mais se relacionar comigo jamais, por medo talvez, minha família mais tranquila hoje me aceita e aceita meu filho com muito amor, pois ele trouxe alegria pra casa, mais no fundo eles tem uma magoa eu sinto. Mais não consigo deixar de me sentir culpada e frustrada por toda essa história, a saudade aumenta a cada dia que se vai, será que um dia vou levar uma vida digna aonde todos olharam pra mim e esqueceram do meu passado triste e cruel? Muitos já me culparam, já tentei até suicídio, no pós parto foi de depressão, não curti meu filho direito, e até hoje nem sei se sou uma boa mãe. Pois não sou feliz. Meu irmão era tudo pra mim,era meu pai, meu herói, hoje vejo minha sobrinha sem pai e sem mãe que gosta tanto de mim e de meu filho e não sei se mereço viver ao meio deles! E o pior de tudo é que não consigo odiar ninguém, não odeio o assassino, pois não existe ódio em mim, sei que Deus é justo, e me sinto mal porque as vezes ele fala comigo e eu acabo conversando, com medo dele fazer algo comigo também. Até hoje finjo que ele não é o assassino, e finjo não sentir ódio. Antes de matar ele colocou fogo na casa do meu irmão, bandido de alta periculosidade, porém ele só mandou, porque o dinheiro dele comprou mercenários, comprou minha desgraça e roubou minha dignidade. Vejo que meu irmão se foi com ódio de mim... pois ele morreu e eu não contei a verdade da paternidade, pois ele não queria nem me ver pintada de ouro. Triste. Espero que esse sofrimento acabe logo, mesmo que seja por bem ou por mal..sinto vontade de morrer, porque recomeçar é tão difícil, sendo que olho meu filho e me lembro que por ele eu perdi um irmão que eu não se imaginava sem. Me ajude!

O maior problema  que vejo no seu caso é que a sua família de um modo geral não sabe o verdadeiro significado da instituição família.
Família é um grupo de pessoas na qual temos laços para toda uma vida.
Quando um necessita sempre tem o apoio de um irmão, tio ou primo.
Afinal de contas família é a base de tudo na vida de ser humano.
É através dela que se tem as primeiras noções dos princípios básicos da vida: respeito, caráter, honestidade, o certo, a bondade, a cumplicidade e tantos outros.
Parece que as pessoas da sua família não sabem bem o que é isso.
Vocês nunca ouviram falar na palavra diálogo?
A sua família resolve os problemas como se estivessem no tempo do cangaço ou quando era olho por olho, dente por dente, como se não tivesse outra forma de resolução para as coisas da vida.
O seu caso poderia ter sido resolvido tudo com um simples diálogo que colocaria os pingos nos is e evitaria todo esse mal entendido que chegou a morte do seu irmão por um motivo fútil.
Você pagou e está pagando um preço muito alto por ter se envolvido com a pessoa errada e ter preferido  viver um amor doentio ao escutar a sua família que tentou te mostrar que estava indo para um caminho errado.
Esse amor incondicional por esse homem que te fazia de gato e sapato e você deixava em nome desse seu amor doentio, pois amor não é se humilhar e nem deixar que a outra pessoa faça o que bem entenda e nem muito menos se sujeitar a dividir um homem com outras mulheres.
Os homens só fazem conosco o que nós, mulheres deixemos que eles façam!
Se você tivesse tomado uma atitude e dado um basta nesse homem sua situação seria totalmente diferente hoje.
Mas, por falta de amor próprio, egoísmo e se esquecer que todo ato tem uma consequência e que nem sempre ela é boa, dependendo como é o ato, pode ser ruim e trazer sérias consequências não só para nossa vida, mas também para a das pessoas que não tem nada a ver com isso.
No seu caso a sua cunhada, a filha dela, o seu irmão e o seu filho.
Eles nada tinham a ver com a sua decisão que você tomou de viver este seu amor doentio com este homem.
Na vida fazemos escolhas, certas ou erradas, elas tem que serem feitas, então o melhor é tentar fazer de tudo para fazê-las da melhor forma possível.
Você sabia que este homem não valia nada e mesmo assim se sujeitou aos caprichos dele e a viver um romance que foi alertado pelo seu irmão que não daria certo e acabou mal com a morte dele.
Sugiro que você leia este texto que escrevi:Qual o maior inimigo das pessoas nos relacionamentos?
E num próximo relacionamento, pense mais se vale ou não a pena, pois agora, você tem um filho e ele não pode sofrer com os atos e nem escolhas erradas que a mãe dele faz.
O seu irmão também foi precipitado em mexer com a ex mulher do seu namorado e incitar essa guerra entre eles, pois sabia que este homem não valia nada e por ter dinheiro e nada a perder, poderia fazer algo contra ele.
Ele deveria ter denunciado a polícia a primeira tentativa de homicídio.
As pessoas dizerem que foi seu namorado e realmente ser ele o responsável pela tentativa de homicídio do seu irmão são duas coisas diferentes.
Eu tinha um professor na faculdade que dizia que nós só podemos sair falando que foi beltrano ou sicrano que fez isso ou aquilo, se  vimos o ato ser consumado.
Alguém viu o seu ex tentando matar o seu irmão?Tem provas?
Caso, a resposta seja não, então não tem como falar que foi ele, pois ninguém tem provas e é uma acusação muito séria.
Falar as pessoas falam coisas boas ou ruins, mas isso não significa que é a verdade.
As pessoas da minha cidade falam que já fiquei com Deus e o mundo, mas eu nem fiquei nem com o mundo e nem com o fundo ou seja nem com a metade dos homens que as pessoas acham que eu fiquei.
Te digo que já que você é espírita e pressente as coisas, o seu alerta de pressentimentos parece que falhou, pois não te deu uma advertência dos males que o envolvimento com esse homem iria trazer para sua vida.
Se você é espírita e eu respeito todas as religiões, porque para mim Deus é um só e as religiões são apenas formas diferentes que o homem criou para expressá-lo, então comece a viver como está escrito na doutrina espírita.
Religião não é só teoria, mas prática.
Quando você escreveu: "Deixo esse meu relato a todas vocês leitoras, cuidado com quem se relacionem!", pois é muitas mulheres se relacionam com o inimigo e quando abrem os olhos é tarde demais.
Você mal tinha saído de uma situação difícil e já foi se envolver com outro rapaz, também sem pensar nas consequências e acabou engravidando dele e lógico que com essa sua família violenta, ele ficou com medo e se afastou, por achar que seu irmão e outros familiares poderiam tentar fazer algo contra ele.
Te digo para tomar cuidado com as suas amizades também, pois diante do seu entusiasmo por estar grávida, as pessoas foram fazer fofocas para o seu irmão de que o seu filho era do seu ex e acabou destruindo a sua vida.
Os amigos as vezes são amigos da onça ou seja nossos inimigos e muitas pessoas nem perceberam.
Mais uma vez a sua família demonstrou não saber o significado dessa palavra já que te expulsaram de casa e te julgaram sem ao menos querer saber a verdade dos fatos.
O remorso é o pior dos sentimentos, pois ficar remoendo o que poderia ter feito de diferente e como as coisas estariam agora ou se pudesse voltar ao tempo e fazer tudo de forma oposta parece e é impossível.
Eu te aconselho a primeiramente procurar ajuda psicológica para te livrar dessa culpa de tudo que aconteceu e tocar a sua vida para frente, pois agora você tem um filho para criar.
A sua história é forte e tudo na vida é aprendizagem que é justamente mudança de comportamento que tudo isso te sirva para daqui para frente tentar ser feliz e escolher melhor o tipo de homem que quer para a sua vida.
Também não coloque em Deus a culpa por tudo que aconteceu, pois ele se pudesse teria evitado tudo isso, mas, as escolhas são feitas por nós seres humanos.
Seu filho, não tem culpa em nada nessa história trágica, não foi por ele que seu irmão morreu, mas por ter tido uma atitude sem pensar de tentar matar uma pessoa.
Nessa história todos erraram: você,seu irmão, seu ex, sua família e até sua cunhada (que traiu seu irmão).
Levanta, sacode a poeira e dê a volta por cima!
Esqueça esta história de querer morrer, pois você tem um filho que precisa e muito de você.
E como ele ficaria sem você?
Ficaria muito mal.
Você está vendo como a sua sobrinha está crescendo sem a presença do pai, então não deseje que seu filho cresça sem a mãe, ainda mais com essa sua família toda complicada que só resolve as coisas no grito e sem conversa.
Te Cuida!Espero ter te ajudado!

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

3 comentários:

  1. Jesus Cristo mulher. Tu só fez merda. Consola-te com o fato de que pior não fica. Se não quiseres ficar viva por ti mesmo, o faça pelo seu filho. Não estrague a vida dele somente porque fostes uma idiota, fraca e burra. Ensine ele a ser um homem melhor do que o teu irmão e o teu ex, pois ambos eram burros e idiotas de fazerem vingança com as próprias mãos. Quanta falta de maturidade, civilidade, hombridade deles. O teu ex iria matar o teu irmão mesmo sem estares grávida, pois o teu irmão já havia tentado assassiná-lo. Teu filho não tem nada a ver com a história.
    O meu grande conselho é: Deixa de ser burra, cria maturidade e responsabilidade. Vai trabalhar, estudar e cuidar do teu filho.
    Quanta gente fraca nesse mundo. Se todos forem assim estamos condenados à extinção precoce

    ResponderExcluir
  2. Sei muito bem do quanto fui burra e idiota, agora realmente fui criada em uma família aonde respeito se conquista com um tiro pro alto, não posso negar. Mais também não podemos deixar de se lembrar que tragédias como essas acontecem em qualquer família. Veja só meia hora de jornalismo pra poder entender melhor o que digo. Só Deus pra me aliviar disso tudo, mais só o pior pra ter me trazido a paz em família, porque hoje depois de muitas dor de cabeça e choro na família, descobri que o grande problema era a mal educação do meu irmão. Porque hoje estamos todos serenos e em paz? Dormimos e acordamos na paz do senhor que deis do meu nascimento não era todo dia tranquilo. Brigas e mais brigas. Todos tem um ovelha preta na família, amo meu irmão, mais e se ele fosse o seu? Não ia mudar em nada também, ia ser apenas mais uma fraca como eu, porque cada um nasce e morre do jeito que é, não tem pau torto que acerte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando meu pai faleceu foi um momento muito difícil na minha vida, escutei de uma pessoa que as vezes é preciso que aconteça algo assim na vida para que as coisas mudem.
      E hoje vejo que é a verdade.
      Talvez a morte do seu irmão esteja servindo para unir mais a sua família e fazer com que vocês façam um futuro diferente.
      Sorte e seja feliz!

      Excluir



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet