• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

A Síndrome do Patinho Feio


Todos nós já passamos por essa fase na vida da Síndrome do Patinho Feio que acontece demais na adolescência.
Como a adolescência é fase que o corpo está começando a se formar para nos tornarmos adultos acabamos fazendo comparações entre o nosso corpo e o das demais pessoas.
Isso é inevitável!
A garota que tem mais seios, a do bumbum redondinho e empinado, a do rosto de modelo, a do cabelo de comercial de xampu...
O garoto estiloso, o bom de papo, o magrinho,  o de olhos azuis...
E como a adolescência é uma fase difícil, muitas pessoas ainda tem que escutar comentários maldosos das outras:
-Como você é magra (o) demais!
-Como você está gorda(o)!
-Como você é feia(o)!
Sem contar quando se inicia a fase de relacionamentos, a quantidade de "não" que se leva por ser considerado (a) fora dos padrões de beleza.
As pessoas e a mídia vende a ideia de que existe um padrão interplanetário de beleza e que quem está fora dele não é digno de se apaixonar ou de ser amado.
É o bastante para surgir aquele sentimento de inferioridade e se diminuir, achando que as outras pessoas são melhores que nós e ponto final!
E quando surge os apelidos sem graça, então, parece que a situação piora e aflora ainda mais o sentimento de ser um patinho feio.


Eu passei por isso, era uma menina introvertida e tímida que passava o recreio sozinha e as tardes trancada no quarto.
A insegurança também fazia parte do meu dia a dia. 
Eu estudava num colégio de freiras aonde sofria bullying  por parte dos colegas e de outros estudantes de outras turmas.
A escola, os professores e os alunos fecham os olhos quanto ao  bullying.
Eles tem conhecimento, mas, não tomam nenhuma atitude para mudar a situação.
Quando, se é diferente dos padrões de beleza pré estabelecidos pela sociedade, as pessoas apontam os dedos para você como se fosse a pior pessoa do mundo.
Eu tive minha menarca muito cedo e chamava a atenção por ser diferente das outras garotas e isso era motivo de brincadeiras inconvenientes, devido ao corpo.
Até o dia em que mudei de escola e as pessoas dessa escola começaram a me tratar de forma diferente com respeito e amizade verdadeira.
Então cresci, amadureci e passei a ligar menos pros padrões, mas continuei me referindo à adolescência como aquela fase das “trevas”.
-"Nossa, como eu sofri na adolescência e as recordações eram péssimas!"
Eu continuo sendo a garota de cintura fina e bumbum grande, que chamava a atenção das outras pessoas, não tenho como mudar isso, por causa da minha estrutura óssea e genética, mas, me importando muito menos com que as outras pessoas falam e pensam de mim.
Engraçado que as pessoas que apontavam o dedo para mim na adolescência estão carecas, barrigudas,  gordas...
Parece que o feitiço virou contra o feiticeiro (a)!
O que na adolescência as incomodavam nos outros, elas se tornaram no futuro.
Quantas histórias de meninas e meninos que eram motivo de chacotas dos colegas na adolescência já ouvimos contar e que quando cresceram e se tornaram modelos profissionais, atores, atrizes, cantores e cantoras que hoje fazem sucesso na mídia e causam inveja aos que tanto zombavam deles.
São inúmeras  as histórias, daqueles que deram a volta por cima e são exemplo de que essa fase passa na vida das pessoas.
O essencial para as pessoas que sofrem ou sofreram da Síndrome do Patinho Feio é aceitar a sua realidade, a sua diferença, aprendendo a lidar com a situação.
Eu sei o quanto é difícil, pois já passei pela situação, mas, encarando com seriedade, maturidade e com o pé no chão se percebe que realmente somos todos diferentes dos outros e ainda bem, pois é na diferença que cada pessoa se torna especial.
Todo mundo nasce um patinho feio, mas, com o tempo vamos nos tornando CISNE!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

5 comentários:

  1. Millena é Kim Kardashian?

    ResponderExcluir
  2. Eu me identifiquei com você. Estudava em uma escola e sofria bullying (mas porque eu era/sou muito magra e uso óculos) e eu contei para a diretora que era mãe da menina que mais praticava bullying, mudei de escola e virei até popular. Mas continho me sentindo feia e as meninas que praticavam bullying, estão lindas, corpulentas e tudo o mais,eu continuo usando óculos, aparelho e sou magra de mais.

    ResponderExcluir



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet