• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

Ela vive isolada, sem amigos ou vontade de se relacionar com as pessoas e em depressão


Leitora:Oi! Parabéns pelo blog, ele é original e acompanho todo o dia. Resolvi escrever dessa vez porque estou convivendo com um problema na minha família que é o seguinte: meu marido e eu decidimos abandonar nossas carreiras para trabalhar de forma autônoma. Estávamos infelizes com as nossas vidas e eu estava apresentando início de depressão. O detalhe é que tínhamos uma filha pequena, e abandonando nossas profissões consequentemente abandonamos nosso estilo de vida, vendemos o apartamento e fomos morar em um apartamento menor em outra cidade. Nossa filha se adaptou muito bem e após alguns anos na cidade fez amigos e namorado. Já com seus quinze anos, eu e meu marido perdemos todo o dinheiro investindo na nova carreira e nossa filha teve de se mudar para outra cidade para a casa dos tios. No início ela demorou a aceitar e teve depressão, já muitas vezes nos sentimos culpados pelo que fizemos, mas eu não tinha outra escolha agora. Tem um ano que ela mora com os tios e eu percebo apenas que ela vive isolada, sem amigos ou vontade de se relacionar com as pessoas e vive em depressão. Não sei mais a que ajuda recorrer nem o que fazer. O que você faria? Beijos
Eu sei bem o que é a depressão, pois minha mãe tem desde que meu pai faleceu a três anos atrás, ela faz tratamento, tinha melhorado, mas, minha avó faleceu vai fazer um ano e ela teve uma recaída.
Depressão é o tipo de doença de altos e baixos.
Ser autônomo no nosso país é uma roda gigante e na crise econômica em que estamos vivendo, muitas empresas estão demitindo e fechando as portas por não conseguirem vender seus produtos.
Os cortes estão evidentes.
Mas, vamos ao problema da sua filha, ela vivia numa zona de conforto e tinha um porto seguro que eram você e seu marido a partir do momento que ela foi arrancada desse ambiente e ficou sem vocês, os amigos e namorado se viu abandonada pelas pessoas.
Ah, mas, foi por um motivo maior e ela está perto dos tios Millena!
Mas, não é a mesma coisa.
Não sei qual a relação que sua filha tem com os tios se muito próxima ou um pouco afastada daquelas que só se vê de vez em quando, mas, a realidade é que os tios não são os pais dela e jamais terão um relacionamento como se fossem vocês.
Ela teve uma boa adaptação de mudança quando era criança, porque não entendia direito o que estava acontecendo e aceitou de maneira natural.
O ser humano é avesso a mudanças, pois nunca se sabe o que poderá acontecer com elas e se serão boas ou ruins.
Eu te aconselho a procurar um tratamento psicológico para sua filha, pois ela precisa de ajuda, já que depressão é uma doença muito séria.
Você também pode ajudá-la tentando conversar com ela para que se abra e diga o que está acontecendo de verdade.
A adolescência é uma fase difícil e tem que ser acompanhada de perto.
Eu tenho que ser sincera e te dizer que acho que vocês meio que erraram com relação a sua filha.
De que forma?
Se ela está avessa a mudanças e agiu dessa forma adquirindo uma depressão, se amanhã ou depois ela fosse aprovada num vestibular e tivesse que estudar e ficar longe de vocês, dos amigos e do namorado, provavelmente não iria ou se tivesse uma ótima opção de emprego em outra cidade, diria não ou a oportunidade de fazer um curso no exterior, também falaria não.
Ela tem que adquirir um pouco mais de maturidade e ter segurança de algumas coisas na vida.
Nós nascemos sozinhos, vivemos só e morremos solitários!
Ela criou uma dependência de vocês, dos amigos e do namorado como se a vida só existisse com essas pessoas.
É necessário que ela amadureça e seja mais bem resolvida e tenha atitudes com a vida.
Ela está num lugar no qual não tem amigos, namorado e os pais, mas, tem que fazer outras amizades e conhecer pessoas novas.
Para ela o lugar e as pessoas são estranhas.
Os amigos antigos e o namorado, amanhã ou depois essas pessoas irão passar no vestibular e ir estudar em lugares diferentes e se distanciarão dela que é um caminho natural da vida, pois cada um segue a sua vida.
Se o namorado termina com ela, a aceitação dela será péssima terá sofrimento.
Ela tem que aprender a lidar com essas situações de mudança, término, distanciamento e outras coisas.
Eu tenho que alertar que geralmente na adolescência a depressão vem acompanhada de anorexia e automutilação, não são todos os casos, mas, uma boa parte deles.
Comece a reparar se ela está muito magra e se a alimentação é pouca ou se os braços e pernas tem arranhões ou marcas.
Torço para que não tenha e ela tenha apenas depressão.
Se o tratamento psicológico não resolver, o melhor é procurar uma orientação médica para que seja necessário buscar outro tratamento.
Os tios não tem filhos da idade dela?
Se tiverem é um ótimo caminho para fazê-la enturmar com os amigos dos primos ou primas.
Te Cuida!Espero ter te ajudado!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

4 comentários:

  1. Oii
    Passo por um problema parecido.
    Fiquei viúva há 3 anos, tenho uma filha de 14 anos e após a morte do meu marido ela se fechou.
    Ela já era meio quieta,mas depois disso ficou ainda pior.
    Não vejo ela com amigos,conversa muito pouco com os colegas da sala pelas redes sociais.
    Só fica no quarto e não tem ânimo pra fazer nada.
    Não gosta de se cuidar,é linda,mas parece que quer ser feia,não se gosta,baixíssima auto estima.
    Está indo mal na escola e já não era muito de estudar.
    Comecei a trabalhar e ela se sentia largada,já que eu nunca tinha trabalhado depois que ela nasceu.
    Olha,se quer um conselho,se apegue a Deus,Ele pode mudar sua vida,financeira,familiar,te dar paz e abençoar tudo o que você e seu marido forem fazer na vida profissional.
    Digo isso por experiência própria.
    Meu marido faleceu, eu tinha vida boa,não faltava nada,agora ganho menos e faço tudo o que fazia antes.
    Deus é maravilhoso,procurem uma igreja onde se sintam bem,uma igreja séria,que pregue Jesus como Senhor e Salvador.
    Não fique longe da sua filha,mesmo que esteja morando num barraco,sei que é difícil,mas pode ser que ela se sinta rejeitada.
    Ela ainda está na adolescência, é muito complicada essa fase.
    Espero ter ajudado.
    Confie em Deus,sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que Deus é essencial em qualquer situação na vida.
      Mas, não podemos esperar que as coisas caíam do céu, por isso é necessário que a leitora tome uma atitude para ajudar a filha, senão a tendência é só piorar e quando abrir os olhos será tarde demais.

      Excluir
  2. Sem dúvida que a ajuda psicológica e ou psiquiátrica é essencial, mas Deus é fundamental. Ele cura todas as nossas enfermidades, se apegar a Ele e buscá-lo é muito importante. Vivi isso aos 18 anos e mesmo com os medicamentos o resultado positivo não aparecia foi quando decidi ir para a igreja evangélica e entreguei minha vida ao Senhor. Infelizmente só procuramos a Jesus na dor mais ainda assim Ele nos espera de braços abertos. Creia e busque! Não será fácil nem rápido mas a resposta sempre vem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com a Millena, Deus é o caminho, mas, tem que se procurar ajuda humana.
      As pessoas acham que Deus pode resolver tudo e não tomam nenhuma atitude deixando tudo nas suas mãos dele.
      Ele é um porto seguro, mas, criou os humanos e suas profissões para ajudar nestes casos.

      Excluir



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet