• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

O mal uso do WhatsApp


O correto seria usar o aplicativo em situações emergências ou para um rápido contato , se sintonizar ao mundo cotidiano, mas sem criar uma relação de dependência extrema.
Apesar do WhatsApp tirar todo seu foco, atenção você não consegue desgrudar mais do telefone, ele tem uma ótima serventia para a comunicação rápida e econômica, mas que ele tem tirado atenção de todos isso é fato as pessoas sentam uma do lado da outra e não se falam só teclam.
Inúmeras pessoas adquirindo síndromes e diversos quadros de depressão, querem as soluções de seus problemas de forma rápida e colocam suas expectativas muita das vezes nas mídias.
Querem escutar, ver, ouvir coisas que relaxam e as entretêm de alguma maneira, é praticamente uma briga por atenção onde podemos relacionar autoestima, ego, vaidade e vários sentimentos.
Precisamos refletir a cerca dessas situações culturais. 
Parece que ninguém trabalha mais não ou vive, pois as pessoas estão perdendo o foco em tudo na vida.
É lógico que todo avanço tecnológico tem seus prós e contras, o problema é quando as pessoas não sabem estabelecer o limite no uso do WhatsApp.
A palavra é exatamente essa Limite!
Vejo pessoas usando o aplicativo com uma mão no volante e a outra teclando ou até mesmo distraídas caminhando pela rua de cabeça baixa e quase trombam com a pessoa que está a sua frente.
Lógico que ele facilitou e muito a vida, mas, tem que ser usado com cuidado para não criar uma dependência e atrapalhar o dia a dia.
Quando começa a atrapalhar o dia a dia é porque é o momento de diminuir o uso ou melhor aprender a usá-lo.
Esses dias fui no restaurante e notei que entrou um casal de namorados e se sentaram, a namorada ficou grudada no celular conversando o tempo todo e o namorado com cara de bobo ou se perguntando o que eu estou fazendo aqui? 
Eles comeram, se levantaram e foram embora e a namorada só com o dedo teclando no aplicativo e o namorado com cara de bobo.Conversa que é bom nada.
Fui a uma comemoração de aniversário de um amigo com um jantar oferecido por ele, as pessoas simplesmente chegaram, se sentaram e tiraram o celular do bolso para começarem a teclar.
O meu amigo logo disse:
Convidei vocês para comemorarem o meu aniversário, então, peço que cada um guarde seu celular e nada de ficar teclando pelo menos no jantar.
As pessoas assim o fizeram.
Nem precisava ter falado isso é só as pessoas terem bom senso e discernimento.
E quando alguém te manda aquela nudes, algum conteúdo pornográfico ou aquela piada sem graça que raiva que dá.
Gente sem noção parece que atrai o aplicativo!
Pior quando te adicionam nos grupos, são tantos que as pessoas ficam perdidas.
É o grupo da família, dos amigos, dos colegas de trabalho...
E sempre surge aquele barulhinho de toque do aplicativo naquela hora mais inadequada e inesperada.
Eu fazendo o meu exercício físico na academia e a minha personal só no aplicativo respondendo mensagens ou seja posso estar fazendo errado ou me machucar que o profissional não dá a mínima.
Me dá uma vontade de falar:
Filhinha, você está em horário de trabalho depois na sua folga ou horas vagas, você olha os seus recados!


Fui no cartório dar entrada em alguns papéis e chegando lá o funcionário diz pra olharem o WhatsApp, porque ele tinha colocado uma piada no grupo sobre a perda da seleção de futebol feminino.
Outra vez, me bate aquela vontade de falar:
Filhinho, você está em horário de trabalho e tem muitas pessoas para serem atendidas depois as pessoas olham o WhatsApp!
Esses dias atrás encontrei com uma colega de turma de escola e logo, ela já quis meu telefone para adicionar no grupo.
Tem pessoas que passam na rua e nem olham na minha cara, por que eu daria o meu número para ser adicionada a pessoas que há anos não vejo, nem tenho contato e nem me cumprimentam?
Jamais!
Logo, tratei de dispensar, dizendo que não tenho tempo, pois minha vida é muito corrida para ficar teclando.
Você deve estar se perguntando, mas, você não manda mensagem pra ninguém?
Mando, mas, fora de trabalho como para os meus irmãos, combinamos de apenas enviar mensagens na hora do almoço, pois não sabemos o que cada um está fazendo e para não atrapalhar o trabalho de cada um.
Ficar recebendo mensagens a todo momento é chato e estressante!
Aonde quer que se vá ou tenha algo pra se fazer, sempre tem alguém teclando no aplicativo.
Tudo tem que ter horário pré estabelecido.
Agora, quando se fala em relacionamentos, o WhatsApp tem criado uma verdadeira avalanche, pois os casais de namorados querem a todo momento serem vistos e respondidos naquela hora.
Ele demorou pra responder é porque está com outra ou ele não me respondeu ainda é porque não quer mais nada comigo ou a imaginação viaja do que aquela pessoa pode estar fazendo naquele momento se está online e não veio conversar comigo.
Se as pessoas são bloqueadas, excluídas ou ignoradas, então, parece que o mundo vai acabar.
E acredite, ele não acaba!
As pessoas tem que perceber que pra tudo existe o momento certo e que a vida não é só WhatsApp.
A cobrança também é chata, pois, geralmente quem te manda mensagem quer sempre saber se você leu ou viu e o que achou.
WhatsApp deveria ser pessoal ou seja só adicionarmos familiares e já estava de bom tamanho.
Agora fofoca e vida alheia também é assunto no aplicativo.
Parece que estamos presos a esse aplicativo de tal forma que esquecemos que ainda temos outra opções de comunicação, me estressa profundamente , quando estou em uma festa e todos estão de cabeça baixa teclando para o outro que está a um metro dele. 
Será que o WhatsApp é vilão ou mocinho?
Parece que as pessoas tem feito dele cada vez mais um vilão e se esquecido de como ele pode ser mocinho nas nossas vida.
Sou a favor a socialização e o WhatsApp afasta essa possibilidade.
Já penso ao contrário, ele só atrapalha, antes recebia a todo momento ligações, hoje em dia parece que todo mundo sumiu. 
Só vejo brigas de casais, separações, para mim vejo com uma coisa demoníaca dos fins dos tempos.
WhatsApp é um aplicativo que foi feito para facilitar nossas vidas e não nos atrapalhar. 
Basta saber usar essa ferramenta de maneira construtiva para economizar tempo, rir, estudar, papear e não se deixar envolver de tal maneira que a convivência seja afetada.
As pessoas ficaram mergulhadas em um mundo totalmente virtual e esquece, ou sem ao menos são capazes de perceber o quanto é importante o toque, o abraço , o cheiro, o beijo , ou seja, o ao vivo. 
Eu diria que o objetivo do WhatsApp é aproximar pessoas distantes, mas, porque ao encontrarmos familiares e amigos que nos comunicamos no mesmo, não tratamos com o mesmo afeto e atenção como quando estamos on line?
Hoje não se trata de aproximação, trata-se de comodidade, poder falar com todos em um único lugar.
On line as pessoas são amorosas, corajosas e legais, pessoalmente, em muitos casos, a vergonha fala por si e o ouvir já não é tão emocionante quanto o ler.
Vício? Talvez. 
O fato é que o WhatsApp não tem só seu ponto negativo, ele une informações; permite-nos comunicarmos com colegas de trabalho, escola e faculdade para tratarmos de assuntos importantes que antes era necessário um encontro, o que nos tomava tempo.
Concluo que, a forma com as quais lidamos com o mesmo que difere a questão.
Nada de ambientes virtuais sem controle, e sim vamos voltar um pouquinho para o tradicional olho no olho ao vivo é muito mais prazerosos.

Os motivos que levam as pessoas a bloquearem ou excluírem exs de redes sociais ou WhatsApp: clique aqui
Por que ele ou ela me bloqueou ou excluiu das redes sociais e WhatsApp?Clique aqui

 

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

0 comentários:

Postar um comentário



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet