• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

O que nós aprendemos com as decepções?




Decepção amorosa pode fazer um homem bonzinho virar cafajeste? Será que as decepções é que nos ensinam a viver? As mulheres sofrem mais decepções que os homens?
Que jogue a primeira pedra quem nunca teve uma decepção na vida ou decepcionou alguém que dizia que tanto amava!
Tenho uma amiga que sofreu uma decepção e se vinga de todos os homens que se relaciona como se eles fossem culpados do seu sofrimento.
Conheço alguns homens que viraram cafajestes por terem se decepcionado com algumas mulheres.
Os dois tiveram comportamentos de falta de maturidade diante das decepções.
Tantos homens como mulheres sofrem decepções na vida.
Quando era mais nova tive uma grande decepção amorosa, achei que jamais esqueceria e conseguiria retomar a vida,mas, hoje, olhando para trás percebo que ela foi necessária para o meu amadurecimento como pessoa.
A decepção faz parte da vida, tanto você decepcionará alguém, como também sofrerá decepções ao longo da sua existência.
Para toda e qualquer decisão, existe uma reação. Só que não damos muita importância quando o resultado é favorável, Mas, sim quando é decepcionante.
Aprendemos a sermos pessoas mais fortes, e também pessoas melhores, porque muitas vezes a decepção é culpa nossa mesmo, por não estarmos atentos aos detalhes.
Às vezes precisamos passar por certas coisas para aprender a ver as coisas por ângulos diferentes, e assim ter opiniões opostas daquelas que sempre tivemos.
Também amadurecemos muito, e muitas vezes a decepção faz parte desse processo de amadurecimento.
"Quando a pessoa amadurece, aprende a aceitar a vida como ela é. E graças a essa aceitação, ela se fortalece, podendo então, fazer as escolhas certas."
A não esperar no ser o humano porque como tal mesmo inconscientemente ele erra e sempre desapontamos ou somos desapontados!!!!
Aprendemos tanta coisa.
Principalmente a não esperar mais das pessoas do que elas podem nos oferecer.
Muitas vezes, certas decepções são causadas por nós mesmos, pois exigimos muito.
Outras vezes, isso foge ao nosso controle, então levantamos, sacudimos a poeira e damos a volta por cima.
A decepção nos ajuda a escolhermos melhor os próximos passos e nos ensinam a escolhermos os caminhos e as pessoas.
O sentimento da decepção é o ego ferido, insatisfeito pelos anseios não atendidos; somado a várias outras experiências na senda da vida, ensina a maestria na escolha de atividade interativa e ou social.
Com a decepção, aprendemos a não confiarmos em qualquer pessoa, a selecionarmos melhor os nossos confidentes, a não desabafarmos com a primeira pessoa que aparecer com um sorriso nos lábios...Nem todos os que chamamos de amigos são leais e confiáveis. Infelizmente, a inveja e a fofoca existem.
Aprendemos a ficar mais espertos com a vida que, a qualquer momento pode nos passar uma rasteira.
Normalmente, as decepções nos fazem refletir mais sobre nós mesmos,nossas escolhas e nossas ações.
Acho que só com a dor,podemos parar pra analisarmos nossas atitudes e comportamentos em muitos aspectos da vida.
A felicidade adormece muitas das vezes nossa consciência, assim não permitindo vermos se estamos praticando atos bons ou ruins,não nos deixa ver a realidade a nossa volta, só as coisas boas.
Infelizmente aprendemos mais com a dor, não exatamente com decepções, mas com todo tipo de dor. Aprendemos a medida que fugimos dos mesmos erros, a vida é uma constante fuga da ruína.
Se nós soubermos valorizar esses dois tipos de emoções tão diferentes acho que podemos aprender com os dois, normalmente para consolar as pessoas dizem: Veja, quanta coisa nós aprendemos com as decepções, mas e as lições de felicidade que nossos pais nos passam, para mim, são coisas que nunca, jamais irei esquecer, mesmo já não os tendo perto de mim. Decepção doí muito, magoa, não sei até que ponto isso ajudar a aprendermos, eu particularmente creio que o melhor á aprender com a felicidade, nada de sofrimento, aliás, abaixo a todo o tipo de sofrimento, viemos ao mundo para sermos felizes, buscarmos a felicidade sempre.
Felicidade são momentos marcantes em nossas vidas ,que sempre lembramos com alegria,é uma delicia estar feliz.
Agora eu acho que aprendemos com as decepções, lutamos contra elas, quando não conseguimos, procuramos levá-la como se fosse um aprendizado,como uma experiência,embora muitas vezes também marcante.
Mas, tudo faz parte da vida.
Acho que as memórias das coisas ruins por doerem mais terminamos por nos lembrar mais, pois, marcam mais .
Mas, podemos aprender com a felicidade ,só que sempre terminamos indo pelo caminho mais difícil e só aprendendo com a dor ,com os erros.
A escola da decepção e da dor tem lições mais marcantes e, portanto, nos faz crescer mais rápido.
Acho que são dois ingredientes importantes na construção de nossa vida. Mas devemos tirar apenas o necessário de decepções (para não errar futuramente), e colocar uma estrela nas felicidades, porque isso engrandece a alma.
Isso depende muito... já dizia minha avó: "uns aprendem pelo amor, outros aprendem pela dor"!
Cada pessoa interpreta sua vida de uma forma diferente. Depende de como você vê sua vida, encara seus problemas, as suas prioridades, enfim, é muito pessoal pra ser uma regra geral.
No meu caso, aprendo com as duas coisas.
Não esqueço a decepção, que com certeza contribui para acontecer, de forma a não repetir atos equivocados (palavras, esperanças, atitudes...).
Também não esqueço momentos eufóricos, sempre são uma boa lembrança, uma colheita daquilo que você mesmo plantou, assim procuro "semear" mais...
Digo momentos eufóricos porque felicidade pra mim é uma forma de vida que você escolhe ter, ser feliz ou não, porque pra mim a felicidade está dentro de nós.
Se você encontra pode escolher tê-la ou não.
Não a confundo com momentos tristes, perdas e até mesmo decepções, posso estar triste e ser feliz... Aliás, sou muito feliz!
É relativo, mas o importante mesmo é aprender, amadurecer... isso sim é maravilhoso!
Não existe um "livrinho de regras" de como se viver bem porque cada um tem sua forma de encarar a vida e seja qual for, é a correta, porque se trata da vida (causa e consequência),penso assim!
Na variação de comportamento de cada pessoa; Todos temos alternâncias, a cada instante. Isto nos cria um alerta contra o que ocorreu (anti vírus) ficamos atento ao que acontece!
Nesta História com a decepção, nos lamentamos por que ouvimos ou não ouvimos certa pessoa; ou deveríamos ou não ter ido a certo lugar ou encontro! Isto é relativo, e procuramos não cometer de novo; Parabéns!
Mas a felicidade nos dá a certeza o que fazemos, nos faz diferente e acreditamos que não vamos errar;
Pura ilusão!
Como diz:
A felicidade é a decepção que um dia tivemos! O choro pode durar uma noite, mas alegria vem pela manhã.
A lição que aprendemos vale para os dois casos:
Façamos sempre isto! Não tenhamos medo de nos decepcionar!
Ninguém vem com uma escrita no corpo ou na testa que um dia vai lhe decepcionar... Seria tão fácil assim!

Leia também:Por que ele sumiu sem dar satisfação alguma?clique aqui
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

0 comentários:

Postar um comentário



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet