• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

Como diferenciar amor de carência?


Leitora:Olá, gostaria de começar com uma dúvida. Como diferenciar amor de carência? Antes de te dizer o que realmente me leva a escrever para você quero que entenda uma coisa sobre mim.Sabe aquelas séries de comédia que sempre tem um que é mais idiota que todos? Pois é... se minha vida fosse uma série, eu seria esse personagem. Apesar de ser muito brincalhona, meus amigos (só tenho amigos homens) sempre me procuram para pedir conselhos amorosos. Aí se encontra meus problemas... a uns meses atrás um amigo meu estava se queixando a respeito de uma ex dele e no meio desta conversa ele me disse: " Queria ser como você, uma pessoa feia, incapaz de sentir sentimentos com tanta facilidade." Sério! Ele disse exatamente isso. Eu ri, e disse : " é a vida!" Acontece, que não sou Isso, sou o tipo de pessoa que só de alguém me olhar eu já acho que ela está afim é que talvez eu tenha chances. (Sim, isso já aconteceu... Mais vezes do que eu me orgulho.) Mais o que será que eu tenho? Recente voltei a conversar com um ex namorado meu... Não só um ex, meu primeiro amor, o cara que eu chorei dia e noite, que eu morria de vontade de pedir pra voltar, mesmo ele tendo vacilão comigo. Bom, somos super amigos, sérios. Uma das minhas qualidades é que, eu custo a esquecer, mas quando esqueço... já era, sem recaídas e nada. Fui na casa dele, conversamos e daí um amigo que mora com ele chegou. Esse cara, pelo que meu ex falou algumas vezes, ele é meio galinha e tal... Mais aí Vejo, os danados dos pensamentos: " E se eu conseguir mudar ele?" "E se ele ver que sou legal e não querer me magoar." Então em um certo dia, eu resolvi mandar mensagem pra ele, ele respondeu e nós conversamos, conversamos... quando eu fui a casa desse meu ex, eu reparei que o amigo dele nem olhava pra mim, e eu perguntei, ele disse que meu ex é ciumento e gostaria de ficar em paz com ele. (Só pra constar, esse meu ex teve outros relacionamentos, rolos é impossível ele ainda gostar de mim.) Mais voltando ao tema principal, eu acho que deve ter percebido que eu não demonstro sentimentos, também tenho medo, medo de quebrar a cara,de levar um não, de ser zoada... Não quero ficar só é ser taxada de senhora dos gatos, como meus amigos me chamam as vezes, não que eu ligue.. Eu sinceramente me sinto carente, mas cada sensação é pensamentos que eu tenho de um possível relacionamento é tão boa e reconfortante. Eu sou nova, tenho 19 aninhos, tenho a vida toda pela frente e é isso que me puxa pra realidade. Eu tentei fazer amizades com as meninas dos meus trabalho, mas elas não gostam de nada que eu gosto,elas falam mal uma das outras é eu não me sinto bem e isso me puxa para ainda mais pra baixo... E isso me sufoca!
Dizem que estar carente pode te fazer ver amor onde não tem e eu vejo uma ponto de amor em tudo!




Quer dizer que você também dá conselhos?
Eu vou te contratar para me ajudar aqui no site, você vai ver cada história que vai duvidar...
Já que você é minha concorrente...
Brincadeiras de lado, vamos por partes no seu caso que é complexo.
Você além de tudo é amiga, confiável e deve dar bons conselhos já que teus amigos sempre vão atrás de você para aconselhamentos.
Vou deixar essa frase para você refletir, abaixo:

Você passa a imagem para os seus amigos de ser uma pessoa que não demonstra muito seus sentimentos e ser segura demais ou seja "se aquele rapaz não te quer, vai ter outro que vai te querer".
Mas, bem lá no fundo, você sabe que não é assim, as aparências enganam e por trás dessa sua fortaleza existe uma mulher frágil que se apaixona fácil e que como qualquer pessoa tem sentimentos e sofre decepções.
Olhar para uma pessoa nem sempre significa interesse.
Todos os dias quando saio na rua alguns homens me olham na rua, mas, nunca nenhum chegou para conversar e nem nada.
Nem sempre olhar é interesse, os homens olham mesmo e ponto final, tendo segundas intenções ou não.
A sua amizade com seus exs pode ser boa ou ruim, depende do ponto vista, se você consegue com naturalidade conviver de forma saudável sem achar que pode ter uma possível volta, tudo certo.
Se na sua cabeça está bem definido e resolvido que ele é seu ex, deve ficar no passado e a amizade é amizade e só, além de ser uma demonstração de maturidade é também de ser bem resolvida.
Mas, a maioria das pessoas enxergar na amizade com exs a possibilidade de uma volta e raramente isso acontece.
O fato do seu ex ter ciúmes de você, pode ser que ele seja ciumento com relação às amizades e não ter interesse amoroso algum, até porque ele já fez a fila dele andar e você é ex dele.
O amigo dele ser mulherengo pode ser verdade, mas, também que ele te falou isso porque percebeu algum interesse dele por você.
Eu vou te dizer que ninguém muda ninguém.
Um homem mulherengo só deixa de ser o que é, se por acaso acontecer de se apaixonar de verdade.
E não tem como prever que esse rapaz será contigo verdadeiro ou não, só experimentando.
O seu ex não pode empatar a sua vida por ciúmes bobos e você perder a chance de ser feliz.
É se envolvendo com as pessoas erradas que achamos a certa!
Porque aprendizagem é mudança de comportamento e entre erros e acertos que vamos aprendemos coisas sobre relacionamentos.
Eu vou te confessar que também tinha muitas amizades masculinas, porque entre mulheres ocorre muita fofoca e intrigas e já com os homens é bem mais tranquilo.
Sofri muito preconceito por isso e fui taxada de pegadora, mas, nunca me importei.
Por isso, dispensem essas garotas que só sabem criar discórdia, umas com as outras.
Vamos a sua pergunta: Como diferenciar amor de carência?
Se você esta disposta a amar, já é uma vitima de um possível envolvimento causado pela carência.
Todos nós somos carentes, porém uns mais, e outros menos. O que nós precisamos, é de um modelo de pessoa, na qual quando um assunto nos intriga possa perguntar:
O que tal pessoa faria nessa situação?
Sem essa espécie de termômetro mediador entre mente e coração, estamos fadados a sofrer e fazer sofrer... Não tem jeito!
Se você está na dúvida deve ser carência afetiva. Quem ama sabe!
Carência é uma coisa. Amor é outra. E é possível perfeitamente diferenciar. É possível que você esteja se apaixonando pelo seu amigo, ou que seja apenas um momento de carência. Você terá que se observar e descobrir o que sente realmente por ele.
Se for apenas carência você gosta de estar com ele, se sente bem, gosta da atenção e carinho que ele te dedica, mas não sente o coração disparado, as pernas bambas, um tremor nas mãos, borboletas no estômago, um arrepio na espinha e uma cosquinha em um local especial, esses são manifestações físicas da paixão inicial que poderá se transformar em amor.
Quando o amor é verdadeiro não existe cobranças, existe a busca do entendimento, existe compreensão e respeito pelo outro. A pessoa que ama sabe compartilhar o amor com a pessoa amada, existe uma troca mútua.
Todas as pessoas, carentes ou não, gostam de serem tratadas com amor, carinho e atenção. Gostar de receber amor, carinho e atenção não significa que a pessoa é carente, pois se fosse assim todos os seres vivos do mundo seriam carentes.
A pessoa carente geralmente se mostra egoísta, agressiva, pode dizer que tem o "gênio forte"’, mas, na verdade são fracas e usam dessa aparente força para dominar a pessoa com a qual se relaciona, pois no fundo se sente insegura e tem medo de perder a outra pessoa e então, necessita subjugar o outro para que se sinta no comando, no domínio do relacionamento, para que se sinta segura, faz muitas cobranças, impõem condições para o relacionamento, limita as amizades da outra pessoa. Fazem isso pois devido a carência necessitam receber toda a atenção e carinho da outra pessoa. E existe aqueles que dizem "estou carente" com a intenção de receber amor, atenção e afeto. Nenhuma dessas maneira de agir é indicativo de que existe amor, indica que existe carência.
Quando amamos verdadeiramente deixamos a pessoa amada livre para nos amar ou para não nos amar a decisão é dela. Carência é querer impor o amor ou suplicar pelo amor do outro.
Quando o amor é verdadeiro permitimos que a pessoa seja amorosa e dedicada espontaneamente, por um querer dela, e não pela nossa imposição ou pela nossa súplica. A manifestação do amor é espontânea de ambas as partes e a retribuição desse amor também.
E com relação ao amigo do seu ex, vou te aconselhar a parar, pensar e analisar se você está achando que ele está interessado em você, porque você está enxergando nele uma tábua da salvação para suprir a sua carência ou se é sentimento verdadeiro.
Vou terminar dizendo uma frase de um amigo meu, que tem tudo a ver contigo, ele é carente demais e sempre fala: Millena, se você sorrir pra mim me ganha!
Eu falo:Ah é?
Ele diz que está facinho, facinho, basta que eu queira, mas, óbvio que não o quero!
Isso é carência dele e não sentimento!
E você estar com alguém por carência é usar e brincar com os sentimentos dessa pessoa.
Você é nova demais e tem uma vida pela frente e não tem como prever se você irá virar ou não a mulher dos gatos.
E se virar não tem nada demais.
Antes ser rodeada de gatos do que de traíras.
Esse papo de mulheres e gatos é um conto pra lá de antigo. Desde a idade média existe essa associação. Naqueles tempos mulheres com gatos eram tidas como bruxas, e mais que isso, os antigos acreditavam que elas poderiam transformar qualquer um em gato. Mas os tempos mudaram e grandes partes das pessoas não acreditam mais em bruxa, mas ainda desconfiam de uma mulher solteira com um gato.
Essa loucura era papo de anglo-saxão. Mas a televisão e os filmes ajudaram a difundir este mito ao redor do globo. Então, se criou o estereótipo. Contudo, a realidade do século XXI é bem diferente daquela que costumamos ver. Então, está na hora de rever essa associação. 
Nem toda mulher que é solteira tem gato!
Te Cuida!Espero ter te ajudado!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Me identifiquei!
    Nunca tive paciência com as intrigas femininas da vida! Achava um saco minhas colegas discutindo com qual sandália ir na festa como se fosse algo importante!
    Acabei fazendo faculdade de Engenharia, ou seja, na maior parte do tempo eu era a única mulher na sala! Nessa brincadeira acabei virando conselheira dos meus colegas tb, nunca fui engraçada mas ajudava a traduzir o comportamento das namoradas deles, o que eles fizeram (ou deixaram de fazer) pra deixar elas griladas etc! (Isso acabou sendo bom pros meus relacionamentos pq me ajudou a entender muita coisa da mente masculina! Vi que muito do que eles fazem e as mulheres julgam como 'não se importa, não me ama' etc, eles não fazem de propósito!)
    No seu caso vc tem que quebrar aos poucos essa imagem de engraçadinha sem sentimentos, a pessoas tem que ver que vc é mais que isso. Vc vai achar um cara que goste da sua essência como vc é, mas ele tb vai querer ver uma mulher quando olhar pra vc!

    ResponderExcluir



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet