• Titulo 1 Receitas deliciosas para você arrasar na cozinha!
  • Titulo 2Dicas e posts de ajuda para blogueiros/as
  • Titulo 3Papo sobre relacionamentos, amor, separação...
  • Titulo 3Tecnologia, partilha de dicas e muito mais!
  • Titulo 3Depoimentos e histórias
1 2 3 4 4
Image Slideshow by WOWSlider.com v4.8

Minha vida está confusa.


Leitor:Olá, acompanho seu blog, gosto muito de toda a ideia e de seus conselhos. Gostaria de pedir um conselho, pois me encontro em uma fase muito delicada. Moro com a minha mãe, que é uma pessoa extremamente confusa, alguém que se não fossem os laços familiares eu já teria cortado contato para o bem de minha sanidade mental. Desde que ela teve problemas financeiros, moramos com a minha avó (meu avô é falecido) que recebeu uma boa fortuna e ganha uma boa aposentadoria. Porém ela nunca teve uma relação saudável com a minha mãe e de certa forma a explora, chegando a contratá-la como empregada, pagando-lhe alguma coisa por mês. Durmo com a minha mãe no mesmo quarto, um antigo quarto de brinquedo, não reformado e bem apertado (essa situação desde os meus 15 anos), estou com 20. Meu dia a dia é um inferno e devo satisfações à minha avó sempre que vou sair (até pra faculdade). Minha mãe está perdendo a sanidade mental e tenho que controlar a cada vez que saio com ela para ela não arranjar confusão com alguém diferente. Nunca foi agressiva comigo, mas desde que estamos nessa situação ela por vezes é agressiva no sentido moral e verbal. Diz que sou feio, não me cuido, que sou vagabundo, depois pede desculpas. Não adianta falar, conversar, ela quando faz isso está claramente desequilibrada. As vezes acorda nervosa e começa a cantar alto, jogar coisas, empurrar e bater portas, e procuro sempre parecer alheio a situação. Estudo na USP, faço direito, quarto período. Como já trabalho como estagiário na própria faculdade, faço meu dinheiro e já consegui juntar alguma coisa. Namoro há 4 anos e temos planos de nos mudarmos ano que vem para morarmos juntos, só falta acertar alguns detalhes com o proprietário do apt. Junto o dinheiro em segredo. Há uma semana atrás fiz minha primeira viagem com minha namorada para Bariloche. Queria muito, e essa viagem vinha sendo planejada a dois anos, de forma que dinheiro não fosse problema (totalmente com uma pequena parcela que fomos juntando do trabalho, dinheiro só nosso, claro). Mantivemos durante todo o planejamento essa viagem em segredo, pois nunca tivemos oportunidade de fazê-la e não queríamos que nada atrapalhasse. Pesquisei os melhores preços e foi tudo barato. Conseguimos até tirar nosso passaporte. Assim que retornei, tive problemas em casa. Meus primos (filhos de minha tia, irmã de minha mãe) estavam indo à Disney na mesma data pela sétima vez, além de terem uma boa poupança por parte de minha avó (ela faz questão de me falar). Acontece que ao retornar me deparei com todos de cara fechada, minha avó me perguntou se não senti saudades, se sou grato pela casa que ela me dá, com que dinheiro fiz isso se minha mãe não pode pagar as contas. Na faculdade, tive problemas posteriormente, em um trabalho em grupo no qual eu fiz a maior parte quando voltei de viagem, com o pessoal mandando eu voltar pra Bariloche, que era vagabundo. Minha vida tanto em casa quanto na faculdade tem sido um inferno, temos planos (eu e minha namorada) e pretendemos realizá-los o quanto antes. Nos demos sempre muito bem e nunca tivemos problemas com a relação. Minha avó já começou a cismar com a menina, e procuro mantê-la ao máximo afastada de casa (o que é complicado). Gostaria de dicas para lidar com tudo nesse ano que ainda ficarei aqui, pois está inviável. Também tenho medo de como as duas irão reagir quando eu sair.
Sua situação é bastante delicada.
A sua avó se sente no direito de fazer cobranças a você e escravizar a sua mãe por vocês dois morarem de favor na casa dela.
Não li em nenhuma linha do seu e-mail, o fato de você e sua mãe colaborarem com as despesas da casa ou seja devo entender que sua avó por ter uma boa condição financeira banca vocês dois.
Primeiramente, se vocês atravessaram problemas financeiros deveriam após a resolução deles poderiam sair da casa de sua avó.
Provavelmente sua mãe recebe uma aposentadoria e pensão do seu pai(caso ele tenha morrido) essa seria uma maneira de sobrevivência.
Já que você conseguiu juntar dinheiro para fazer uma viagem internacional com a sua namorada e está pensando em morar junto com ela, conseguiria alugar uma casa e morar com a sua mãe.
Cuidado, porque a vida pode te cobrar essa conta lá na frente.
Sua avó te fez cobranças pela viagem porque você simplesmente virou as costas pra ela e sua mãe e sendo sustentando por ela e foi se divertir.
O primeiro conselho que te dou é levar sua mãe a um médico porque ela precisa de um tratamento devido a situação que passou na vida, esta é a melhor forma de tentar ajudá-la.
O fato de você sair de casa irá afetar as duas, mas, principalmente a sua mãe que vai ter uma crise emocional forte, se não for feito algo por ela.
Você está vendo que ela não está bem, no entanto, não toma nenhuma atitude fazendo algo por ela.
Você está sendo omisso.
E quando você sair de casa vai sobrar pra ela, porque sua avó vai jogar na cara dela que quando ela mais precisou a ajudou te criando e você simplesmente lhe deu as costas.
A única forma que vejo de você tentar amenizar a situação é com o tratamento psicológico da sua mãe.
Mas, não pense que sair de casa será um mar de rosas, porque se a sua mãe precisar de você e provavelmente vai, irá te ligar pra ir na casa da sua avó e dar assistência.
E quanto ao pessoal da faculdade, viajar com a tua namorada o faça nas férias, no período de aulas não.
É compreensível, o pessoal te zoar com indiretas por causa do trabalho.
Se você teve dinheiro para ir pra Bariloche, independente de ter sido parcelado ou não, tem pra alugar uma casa e se sustentar com a sua mãe.
Torce pra sua avó não colocá-la pra fora de casa, quando você sair e você ter que levá-la pra morar contigo e a namorada, porque isso pode vir a acontecer.
Pense um pouco mais na sua mãe como filho dela e deixe de ser um pouco egoísta.
Você está fazendo as coisas escondido e a probabilidade de dar errado é grande até porque você não tem uma noção do que é morar junto e se sustentar.
Amanhã ou depois se essa namorada te largar, você vai ficar pensando se valeu a pena fazer tudo isso.
Morar junto é como casar e a convivência é difícil, você conhece essa moça da porta da rua pra fora e vai conhecer o outro lado da porta da rua pra dentro.
Te Cuida!Espero ter te ajudado!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Vc tem que parar pra pensar, ver qual é o seu real papel nessa história toda e então decidir o que fazer.
    Vamos lá, vc não é obrigado a passar o resto da vida nessa situação só para não parecer 'mal agradecido' mas tb não pode simplesmente virar as costas e fingir que nada está acontecendo.
    Sobre a sua viagem, se sua família critica tudo que vc faz então era esperado que criticariam a viagem tb, não é uma surpresa, sobre a faculdade, vc deveria ter negociado com o grupo antes para que sua ausência não prejudicasse ninguém, se vc não fez isso tem razão de não terem ficado felizes com vc...
    Sobre os outros problemas, vc não tem que resolver o problema de tudo mundo, a relação da sua mãe com a mãe dela não é responsabilidade sua, mas vc não pode ignorar o fato de que sua mãe está doente, vulnerável e precisa de ajuda, tratamento médico. Vc tem no mínimo que levá-la para fazer o tratamento e quando ela estiver melhor ela vai poder decidir se quer continuar na casa da sua avó ou se quer sair de lá, caso ela decida sair vc deve ajudá-la a sair tb, não precisa necessariamente levá-la para morar com vc mas, vc deve ajudá-la de alguma forma.
    Sobre a sua avó, não é pq ela tem dinheiro que ela é obrigada a sustentar vcs tb, ela não precisaria nem pagar um 'salário' para sua mãe ajudar em casa, sua mãe poderia fazer isso de graça já que mora de favor... Coloque-se no lugar da sua vó, imagine vc sustentando parentes pq eles teoricamente não conseguem se virar sozinhos e de repente um deles tem dinheiro pra fazer uma viagem internacional?! Acho que qualquer um ficaria indignado. Vc quer fazer viagens sem ninguém pegar no seu pé? Organize a sua vida primeiro, se sustente sem depender de ninguém!
    E vc sim parece mal agradecido! A primeira coisa que vc deveria ter feito quando conseguiu um emprego era perguntar como poderia ajudar em casa mas vc só está pensando em vc...

    ResponderExcluir



Receitas da Millena

Atualidades

Relacionamentos

Internet